Você sabe pra quê servem o compressor de ar?

Seja na indústria, na construção civil ou até mesmo em hospitais, um compressor de ar pequeno ou grande, faz toda a diferença para a realização de determinados serviços.

Este equipamento coringa, existe em diversas versões (elétrico, a gasolina, a diesel, etc) e pode exercer uma série de funções.

Sua importância é tamanha, que há empresas especializadas até mesmo em seu aluguel. Aprenda, neste post, algumas informações importantes e usos deste item:

O que é um compressor de ar?

O compressor de ar é uma máquina que capta ar do ambiente, compacta-o em seu interior e libera-o em alta pressão.

Ele existe em vários tamanhos e modelos, sendo que cada um tem uma capacidade de compactação diferente. Algumas particularidades do funcionamento também mudam conforme o item.

Por exemplo: existem modelos que não mantém o ar em seu interior, mas o captam, compactam e liberam em um processo contínuo.

Alguns ainda, são mais ruidosos que outros e certos tipos, chegam a emitir alguns gases devido ao uso de combustíveis fósseis.

Por conta disso, nem todos são apropriados para uso em ambientes fechados, sob o risco de contaminação.

Quais são as utilidades de um compressor de ar?

Independentemente do modelo, um compressor de ar pode ser usado nos mais diversos ambientes, com vários fins. Confira:

Uso hospitalar

Ar comprimido hospitalar para que serve? Simples: ele é usado para terapias de respiração mecânica. Em outras palavras, ele ajuda pacientes que têm dificuldades para respirar de forma autônoma.

Como os que sofreram acidentes ou passaram por cirurgias de grande porte. A particularidade do ar de uso hospitalar, é que ele deve ter um grau de pureza acima do comum.

Do contrário, a terapia pode não surtir o efeito desejado ou até piorar a saúde do paciente. Por conta disso, o compressor de ar comprimido hospitalar tem algumas peculiaridades.

A principal delas, é que ele também deve atuar na filtragem de partículas nocivas. Deste modo, não há risco de contaminação por óleos ou outros materiais.

Além disso, também é preciso eliminar bactérias e microorganismos, que podem ser danosos à saúde.

Para ambos os fins, é comum usar-se o carvão ativado, o mesmo material usado para purificar água em filtros.

Uso industrial

O ofício da indústria, é transformar materiais em produtos diferentes e enviá-los para a venda. Para atingir este objetivo, tais estabelecimentos lançam mão de diversos processos físicos e químicos.

Que tornam a mudança de característica dos materiais possível. Em alguns deles, usa-se o ar comprimido.

Ao contrário do que acontece no uso hospitalar, o melhor equipamento para cada fábrica, varia conforme o fim com o qual ele será usado.

O compressor de ar parafuso é o que tem ganhado cada vez mais adeptos: pequeno e silencioso, ele pode ser usado até mesmo nos menores espaços, inclusive naqueles que não têm janelas.

Ainda assim, há outros modelos disponíveis, como o de êmbolo (tem um êmbolo interno que empurra e comprime o ar), que também é muito usado devido a sua versatilidade.

Mas e o compressor de ar parafuso como funciona? Simples: como o próprio nome diz, ele tem um parafuso rotativo.

Este que faz a compressão de ar. Esse método faz com que ele seja mais eficiente que o de êmbolo.

Uso mecânico

Oficinas mecânicas também precisam manipular materiais, além de repará-los. Assim como em indústrias, o ar comprimido pode ser uma ferramenta útil para determinados tipos de trabalho. Alguns deles são:

  • Calibrar pneus;
  • Limpeza de peças;
  • Pintura de superfícies
  • Pulverizar motores de automóveis.

Estas tarefas não exigem um compressor de ar muito poderoso: um com 10 PCM de potência é suficiente.

Os mais poderosos, a partir de 40 PCM, ficam reservados para serviços mais pesados, como os da indústria e da construção civil.

Como escolher um compressor de ar?

Ao comprar compressor de ar é preciso analisar alguns fatores, como:

  • Como o ar comprimido será usado;
  • A quantidade de ar comprimido que será necessária;
  • A potência necessária;
  • Qual é o melhor combustível para ser usado;
  • Se ele será usado na área interna ou externa;
  • Qual é o espaço disponível para abrigá-lo;
  • O orçamento disponível.

Com esses fatores definidos, é possível se dirigir a uma loja, onde um profissional entenderá as suas necessidades e encontrará o equipamento mais adequado para supri-las.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *