Você sabe o que é banco de capacitores?

O banco capacitor é um equipamento usado a fim de corrigir o baixo fator de potência de um local. O correto dimensionamento do banco de capacitores, incluindo sua forma de acionamento e potência visa eliminar as decorrentes multas de reativos excedentes que possam ser cobradas nas faturas de energia elétrica.

Existem alguns tipos de banco de capacitores, sendo eles:

  • banco de capacitores fixos;
  • banco de capacitores programáveis;
  • banco de capacitores automáticos.

É importante lembrar que para cada banco de capacitores existe uma recomendação específica de uso que pode ser determinada apenas por uma empresa técnica.

Os componentes presentes em um banco de capacitores são fundamentais para o rendimento do equipamento de um modo geral, sendo que os resultados estão diretamente ligados à qualidade de seus componentes.

O banco de capacitores automáticos possui a função de fazer de modo automático a correção do fator de potência das instalações elétricas.

Ou seja, realizar a redução da indutância aplicada na rede elétrica da concessionária de energia por meio das cargas do circuito.

Para isso, este modelo é dotado de um controlador de fator de potência que é utilizado para ligar e desligar o sistema de maneira autônoma.

O banco de capacitores automáticos ainda possui alguns estágios que são acionados de acordo com a necessidade da potência que necessita ser corrigida.

Para cada um desses estágios, é necessário o uso de disjuntor ou fusivel para a proteção, e contatores específicos para realizar o acionamento das células capacitivas (capacitores).

Ainda se faz necessária também a utilização de uma proteção geral para o circuito. Existem outros componentes que podem estar inclusos nesse modelo de banco de capacitores, de acordo com o desejo e a necessidade do cliente, tais como:

  • relés de proteção;
  • componentes de sinalização;
  • componentes para monitoramento.

Outras aplicações dos bancos de capacitores

A aplicação dos bancos de capacitores automáticos se dá por meio de circuitos que possuem inúmeras cargas reativas, como, por exemplo, circuitos que alimentam indutores e motores.

Neste tipo de carga, uma parte da energia é armazenada e utilizada somente a fim de estabelecer campos elétricos magnéticos e é devolvida logo após a rede elétrica ter sido aproveitada, portanto, sem ter realizado seu trabalho.

Com isso, existe um aumento de corrente elétrica e uma defasagem entre a corrente e a tensão, de modo a aumentar assim o consumo de energia.

Sua utilização resulta na redução do consumo de energia, sem contar que este modelo de banco possui um controle muito mais refinado.

A redução do fator de potência é de suma importância, já que faz com que a energia devolvida à concessionária seja uma energia considerada como limpa, evitando inclusive multas impostas por meio das concessionárias.

Sendo assim, os bancos de capacitores têm se tornado cada dia mais presentes nas indústrias e empresas, e é uma excelente solução àqueles que desejam reduzir o consumo de energia.

O que é o quadro de distribuição?

Um quadro de distribuição, conhecido também por painel de disjuntores ou simplesmente painel elétrico, é um componente agregado ao sistema de fornecimento da energia elétrica que tem o intuito de dividir uma alimentação elétrica em circuitos subsidiários.

Em outras palavras, o quadro de distribuição acaba sendo o responsável pela coleta de energia na entrada de uma residência ou indústria e subdividir esta energia em subcircuitos.

Como cada subcircuito demanda um disjuntor e um fusível como forma de proteção do circuito, o quadro de distribuição é conhecido por um painel que possui vários disjuntores termomagnéticos interligados por meio de barramentos.

Geralmente, o disjuntor principal ramifica o principal em outros disjuntores menores que possuem correntes menores e, como o barramento pode, de certo modo, sofrer uma descarga elétrica, é comum que se empregue dispositivos de proteção de surto nos projetos dos quadros de distribuição.

O barramento blindado é um outro sistema modular de distribuição e transmissão de energia elétrica. Conhecido como busway, o equipamento é composto por barras condutoras (de metais como cobre ou alumínio) acondicionadas em um invólucro metálico.

Dentre as características do conjunto está a possibilidade da desmontagem e criação de novos layouts sem que haja sucateamento de equipamentos ou perda de peças.

Composto por três principais componentes, o invólucro, os isoladores e as barras, os barramentos blindados podem ser utilizados quase em qualquer aplicação, seja predial residencial ou comercial, ou, até mesmo, industrial.

O produto possui como pontos fortes:

  • a facilidade de instalação e flexibilidade para mudanças;
  • desperdício zero de materiais;
  • tempo de instalação em apenas 20% do tempo requerido pelo sistema com cabos;
  • manutenção simplificada.

A solução ainda apresenta dimensões reduzidas quando comparada à instalação de cabos de mesma escala, ocupando menos espaço.

Com uso das caixas de derivação, torna-se possível reduzir as dimensões do quadro elétrico. Por fim, o busway ainda é livre de componentes alógenos, sendo comumente utilizados em capas de cabos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *