Vidro e aço: tipos, fabricação e reciclagem de materiais

Vidro e aço inoxidável têm uma semelhança: ambos os materiais são recicláveis, além de serem empregados em uma infinidade de produtos na atualidade.

Apesar de estar sendo substituído pelo plástico nos últimos anos, o vidro é um material que está muito presente no nosso dia a dia e que pode ser moldado para compor bloco de vidro para construção, janelas, lâmpadas, recipientes e entre muitos outros equipamentos, utensílios e objetos.

Por outro lado, temos o aço inoxidável, uma liga metálica que se faz presente tanto nas linhas produtivas, compondo grande parte dos maquinários industriais, quanto em uma grande variedade de produtos para a construção civil, aparelhos domésticos, utensílios, móveis, peças de automóveis e entre outros produtos.

Entenda o processo de fabricação das peças em vidro e aço, principais tipos e o que torna os produtos sustentáveis: a possibilidade de reciclagem.

Vidro: composição, principais tipos, fabricação e reciclagem

O vidro é um material composto por areia (sílica), calcário, dolomita, barrilha (carbonato de sódio), alumina (óxido de alumínio) e corantes ou descorantes.

Existe uma variedade de tipos de vidro, cuja composição parte da mesma base mas é diferente, segundo a finalidade a que as peças se destinam. Podemos citar:

  • Vidros fabricados para embalagens;
  • Vidros planos com diversos usos;
  • Vidros para uso doméstico;
  • As fibras de vidro;
  • Materiais considerados como vidros técnicos.

Os vidros para embalagens se referem às garrafas, potes, frascos e outros vasilhames fabricados geralmente nas cores branca, âmbar e verde. Os vidros planos são aqueles aplicados em janelas, mesas ou espelhos.

Os vidros domésticos são as tigelas, travessas, pratos, copos e diversos outros tipos de produtos e utensílios fabricados em vidro. Já as fibras de vidro são as mantas, tecidos, fios e outros tipos de produtos, que costumam ser aplicados para reforço ou isolamento.

Por fim, os vidros técnicos são esfera de vidro, lâmpadas, tubos de televisão, vidro para laboratório, para ampolas, para garrafas térmicas ou isoladores elétricos.

Para a produção, toda a matéria-prima é levada a um misturador, e a mistura resultante vai ao forno de fusão. Sob o efeito do calor, o material se transforma em vidro e pode ser conduzido às máquinas de conformação, de acordo com o tipo de vidro que se deseja obter.

Depois de conformada, a peça de vidro é recozida, esfriando lentamente até a temperatura ambiente, o que torna a peça mais resistente. O corte a laser é uma opção para a fabricação, com a tecnologia aplicada para o derretimento do material, o que possibilita a separação.

O material é 100% reciclável, e pode ser utilizado como matéria-prima na fabricação de novas peças infinitas vezes, sem comprometer a qualidade das produções ou a pureza do produto.

No processo de reciclagem, o vidro usado retorna às vidrarias, é lavado e separado conforme o tipo e a cor. Depois, o material é triturado e os cacos são misturados à mais areia, calcário, sódio e outros minerais.

O processo de reciclagem do vidro se popularizou no Brasil, aumentando o índice de reciclagem do material. Além disso, no caso das embalagens, o sistema de retornáveis de cascos de bebidas possibilita a reutilização de peças após a esterilização.

Aço inoxidável: composição, tipos, fabricação e reciclagem

O aço inox é uma liga metálica composta por ferro, carbono, níquel e cromo, mas que também pode conter outros elementos, de acordo com a aplicação das peças produzidas.

Um exemplo são as esferas niqueladas de aço, presentes em diversos segmentos da indústria devido à capacidade de funcionar como componente rolante.

O aço inox é um material bastante utilizado na atualidade, assim como o vidro, devido à sua eficiência e características. Dentre elas, é possível citar:

  • Resistência à variações de temperatura;
  • Resistência à corrosões e ferrugem;
  • Ductilidade, boas propriedades mecânicas e alta durabilidade;
  • Facilidade de limpeza e manutenção.

Existem diversos tipos de aço inoxidável, com propriedades e características dependendo do uso das peças. Muitas delas são fabricadas à partir de chapa de aço, originando instalações industriais, cozinhas industriais, aparelhos domésticos, peças para automóveis, equipamentos náuticos, elementos para a construção civil e entre outros itens.

Para isso, bobinas metálicas que formam as chapas passam por diversos processo de conformação. Uma série de equipamentos estão envolvidos nos processos de conformação do material, mas destacam-se os dedicados ao corte e dobra de aço, que podem ser manuais ou automatizados.

Com relação à reciclagem, o aço é considerado o material mais reciclado do mundo, com capacidade completa de renovação e reaproveitamento, sem que as peças percam valor.

O processo é simples e tem início com a separação e triagem dos materiais. Eles são prensados e destinados às usinas siderúrgicas, onde são tratados para serem reaproveitados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *