Veja mais sobre o mundo pneumático na indústria

No mundo da automação na indústria, existem muitas funções e equipamentos que desempenham diversas atividades, para que muitos processos possam auxiliar melhor na produção de várias peças e produtos do cotidiano.

Desde peça de automóveis, a cosméticos e produtos da indústria alimentícia. Sem a indústria, dificilmente o mercado disponibilizaria produtos distintos com tanta qualidade.

Um desses procedimentos é denominado de Conexões pneumáticas que é muito presente em indústrias da área automobilística e alimentícia.

Essas conexões são fabricadas com diversos materiais e possuem vários modelos, no entanto, seu uso pode variar de acordo com a demanda do serviço.

Elas funcionam como uma condução de fluidos diversos, como o ar, a água e o óleo e são consideradas em dois tipos:

  • Conexões pneumáticas fixas;
  • Conexões pneumáticas de engate rápido.

As conexões pneumáticas fixas servem para locais em que serão usadas permanentemente, já a conexão pneumática de engate rápido possui a vantagem do fato de ser retiradas e colocadas sem precisar utilizar ferramentas.

Observar todas as especificações do produto é um meio de garantir a durabilidade das conexões pneumáticas. Exemplo: é preciso analisar os modelos de conexões pneumáticas e optar pela pressão que será mais adequada no local em que será instalada e qual o modelo que aguenta a temperatura do fluído que vai passar por elas.

É importante também fazer a inspeção e a manutenção delas, pois é um meio de garantir o desempenho das valvulas e a durabilidade do produto.

Sempre opte por fazê-las periodicamente. Jamais esqueça de observar se elas foram fabricadas conforme as normas técnicas, porque esse fator assegura que as conexões vão desempenhar sua função de forma adequada e segura.

Saiba como funciona o sistema pneumático

O sistema pneumático se assemelha no funcionamento com o sistema hidráulico, no entanto, o pneumático usa gás (geralmente ar) no lugar de fluído.

Nesse sistema, é a compressão do ar que faz a força do movimento dos eixos e pistões. Ele funciona quando é puxado para dentro de um compressor e forçado por meio de tubulações, assim, direcionado pelas diferentes ferramentas que executam as funções.

Esse Sistema pneumático é muito utilizado em equipamento de execução manual e de maquinários que realizam movimentos repetitivos.

Tem como característica principal realizar a expulsão do ar durante o processo de uso, sem ser reutilizado como no caso do fluído dentro do sistema hidráulico, isto é, para que o trabalho seja realizado é preciso injetar mais ar.

O sistema pneumático está muito presente nas linhas de produção, pois atende amplamente a variedade de ferramentas manuais como, por exemplo, furadeiras, talhadeiras, britadeiras, martelos, parafusadeiras, entre outras ferramentas.

O que é e o que faz um atuador pneumático?

atuador pneumático linear é um aparelho que é alimentado pelo ar comprimido e tem a capacidade de gerar um movimento em linha reta.

São dispositivos mecânicos que fazem movimentos lineares, rotativos e oscilantes que transformam a energia cinética gerada pelo ar ou gás comprimido em energia mecânica, sendo utilizadas para outras finalidades.

Seu funcionamento é diferente de um atuador rotativo que se move dentro de um círculo. O atuador pneumático pode ser chamado de cilindros pneumáticos e são mais frequentemente impulsionados pelo ar comprimido, contudo, outros gases compressíveis também são utilizados.

Em outras palavras, ele pode utilizar dois tipos de alimentação, tais como:

  • Ar ou gás comprimido;
  • Gases compressíveis.

O ar comprimido é introduzido na base da caixa e, a pressão gerada, força o pistão para um movimento de subida. Esses pistões estão ligados a uma haste, na qual pode ser usada para locomover algum objeto.

A força que este aparelho produz tem a ver com o tamanho do êmbolo e da pressão do gás comprimido, significando que qualquer elevação da compressão do ar de entrada ou da largura do pistão possa aumentar.

A pressão pode ser ajustada durante seu uso, no que possibilita a quantidade de força linear apropriada. Sua concepção é limpa e simples, podendo se mover rapidamente e sendo útil em algumas aplicações industriais como, por exemplo, fundições.

É considerado um dispositivo de segurança e podem ser usados em ações que são sensíveis à interferência magnética, como os microprocessadores e outros equipamentos sensíveis. Portanto, é um maquinário que é essencial no processo de indústria.

Para mais informações, basta contatar profissionais especializados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *