Tudo o que você precisa saber sobre transportadores industriais

A cada ano as indústrias necessitam de mais tecnologias e inovações para atenderem às necessidades do mercado consumidor.

Uma das medidas adotadas para melhorar a produtividade da indústria é o transportador industrial, usado para movimentar materiais de um local a outro da indústria, promovendo aumento na velocidade de produção, consequentemente otimizando os processos produtivos.

Os transportadores industriais podem ser de vários tipos, como de correia, helicoidais, de esteira, de elevação e motorizados.

Podem ser usados em diversos setores da indústria, como no agronegócio, setor de bebidas e alimentos, mineração, cerâmica, têxtil, aeroportos, moveleiro, reciclagem de papeis, caixas e embalagens em geral.

Tipos de transportadores

Um dos tipos de transportador é o Transportador de Correia, um equipamento de funcionamento contínuo capaz de levar diversos tipos de materiais, desde peças até caixas com grandes dimensões.

Há correias de diferentes tipos, como as resistentes a óleo e gordura, as sincronizadas ou dentadas, que oferecem boa resistência mecânica e as correias em V, que transmitem potência e movimento através de atrito.

Apesar de o Transportador de Correia ser o mais usado na indústria, cada tipo de material a ser carregado demanda de um tipo de correia, a fim de garantir mais eficiência.

Caso o material a ser transportado seja a granel, é ideal que o transportador tenha laterais fechadas para evitar que o produto caia. O dimensionamento de transportador de correia deverá ser de acordo com o tamanho da carga movida.

Para movimentações com grandes rotações, as correias em borracha, poliéster ou poliamida são ideais para suportar o transporte. Já produtos alimentícios, devem idealmente serem transportados em correias resistentes a óleo e gorduras.

A fabricação da máquina transportadora de correia pode ser sanfonada, com curvas de noventa ou cento e oitenta graus, fechamento lateral, fechamento vulcanizado e com uma ou cinco lonas de espessuras variadas; todas essas especificações variando conforme o uso.

A Esteira Transportadora industrial é um sistema semelhante à correia e possui a vantagem de poder transportar diversos tipos de carga industrial, sendo assim a mais usada.

Alguns modelos desse tipo de transporte industrial são os horizontais, ideais para transporte de produtos a granel, sopradoras e máquinas de injeção; sanfonados, com lateral fechada, logo a alternativa mais segura para transporte de produtos a granel; para cerâmica, aplicadas em máquinas do tipo rotocolor.

Um sistema de decoração muito usado na indústria da cerâmica; e para reciclagem, com taliscas maiores. De maneira geral, esteira industrial projeto depende, assim como o de correia, do uso destinado a ela.

Um pouco mais sobre transportes

Outro tipo de transporte industrial é o Transportador helicoidal, usado para transporte de grãos. Possui uma hélice dentro de uma calha em formato de “U”, e a movimentação da carga se dá ao girar a hélice, transportando o material para frente em sua parte inferior, e sua descarga se dá por aberturas na calha. As principais vantagens do uso do

Transportador helicoidal são o baixo custo, a instalação versátil, a simples manutenção requerida e a possibilidade de ser transportada uma grande variedade de produtos granulados.

O transportador helicoidal cálculo feito para saber seu melhor dimensionamento depende do diâmetro da hélice, do seu passo, da rotação medida em rotações por minuto (RPM) e da capacidade de transporte medida em metros cúbicos por hora.

Além dos transportadores de correia, de esteiras e helicoidais, há também o transporte motorizado de cargas, feito por elevadores, guindastes e máquinas com força motriz própria de maneira geral.

O uso de equipamentos de transporte com força motriz própria deve ser feito por um operador habilitado e capacitado, de acordo com a Norma Regulamentadora número onze (NR-11), portando um cartão de identificação contendo nome e foto reconhecível, colocado em um lugar visível do uniforme.

Tal cartão é válido por um ano, e sua renovação se dará por aprovação de um médico geral solicitado por conta do empregador.

Ainda de acordo com a NR-11, tais equipamentos de transporte devem ser projetados e construídos de maneira a garantir segurança, conservação e condições favoráveis de trabalho, com sinalizações visíveis de carga máxima permitida e avisos sonoros quando estiverem em operação.

Devem ainda, serem inspecionados periodicamente, a fim de evitar acidentes por conta de defeitos.

Cabe a esta Norma Regulamentadora, assegurar o correto armazenamento das cargas transportadas, bem como o transporte manual, que deve ser feito apenas em distâncias curtas e com equipamento de tração, evitando lesões no trabalhador e garantindo sua segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *