Tipos de rolamentos, características e modo de fabricação

Os rolamentos são grandes aliados no âmbito industrial, especialmente para garantir o bom funcionamento dos maquinários em geral.

Este tipo de peça auxilia na execução do trabalho feito com grandes equipamentos.

Em sua maioria, eles funcionam como mecanismos pequenos, que viabilizam a movimentação das grandes máquinas e, por isso, são tão importantes no setor das indústrias.

Por conta disso, produzimos este conteúdo especial sobre os tipos de rolamentos, bem como suas características e modo de fabricação.

Continue com a leitura a partir dos próximos tópicos.

Processo de montagem dos rolamentos

Atualmente, os rolamentos automotivos e industriais são produzidos em aço, e isso se tornou padrão, independente da empresa.

No entanto, a peça também pode ser composta por outros materiais incomuns, como o plástico, a cerâmica e safira.

Em suma, a fabricação de um rolamento conta com quatro etapas principais. São elas:

  • Anéis;

  • Esferas;

  • Gaiola;

  • Montagem.

Os anéis são cortados por meio de tubos de aço, com dimensões maiores que as desejadas.

A diferença no tamanho é necessária, pois os anéis precisam passar por um tratamento térmico, a fim de endurecer o aço.

Feito isso, as esferas são encaixadas em pequenas aberturas nos anéis, que são polidos até o tamanho necessário.

Cabe destacar que esta parte é aquela que fica presa ao mancal para rolamento.

A fabricação das esferas, por sua vez, começa com um fio de aço, que passa por um aparelho de corte.

Feito isso, esse fio passa por uma máquina que corta, e depois pressiona um pedaço dele, criando uma quase esfera.

Esse processo é chamado de estampagem a frio.

A gaiola é estampada em uma chapa fina de metal, onde é curvada até a parte final.

Por fim, com todas as partes prontas, acontece a montagem, onde o anel interno é posto dentro do anel externo.

Posteriormente, as esferas são inseridas e separadas com uma máquina.

Pronto! O rolamento já está previamente montado. Normalmente, as empresas costumam inserir lubrificantes, como graxa.

Quais são os tipos de rolamentos?

Assim com já foi mencionado ao longo deste artigo, os rolamentos ajudam na execução de grandes maquinários.

Entretanto, existem inúmeros modelos, com tamanhos e funções que são indicados a depender da finalidade do projeto.

Confira os principais tipos de rolamentos, bem como suas respectivas funcionalidades.

Rolamentos de agulhas

O rolamento de agulha é um dos mais usados no âmbito industrial, uma vez que também se diferencia bastante dos demais modelos que serão mostrados ao longo do artigo.

A única diferença dos demais tipos é a gaiola que aloja a maioria dos roletes, que possui diâmetro menor que a sua longitude.

Neste sentido, a gaiola do rolamento de agulha axial possui duas carreiras formadas por gaiolas e rolos de agulhas, guiadas com precisão.

Elas podem ser de plástico, latão ou aço. Devido à construção da gaiola, o rolamento acaba sendo mais preciso durante as aplicações, bem como é capaz de aguentar cargas mais altas e procedimentos rígidos.

Os rolamentos automotivos atacado são um dos mais procurados, especialmente quando possuem agulhas, principalmente em decorrência de sua resistência e aplicabilidade.

Rolamentos de esferas

Também conhecido como rolamento linear, este modelo de rolamento é o mais comum e usado em diferentes aplicações do dia a dia industrial.

A principal característica deste tipo de rolamento é a velocidade conferida ao equipamento onde ele é posto.

Devido à qualidade de fabricação, a rotação da peça é muito alta, o que garante um ótimo funcionamento dos maquinários onde ele em instalado.

Ainda assim, devido à alta rotação, o mancal para rolamento linear deve ser altamente reforçado, para, assim, aguentar o processo de aplicação nas máquinas.

Rolamento fixo

Este é o modelo de rolamento mais versátil entre os demais.

Ele é usado para aplicações onde requer baixo ruído vibracional, bem como locais com alta velocidade rotacional, especialmente por contar com uma excelente resistência.

Rolamentos cônicos

Esses rolamentos são formados por meio de um aro interior, aro exterior e elementos rolantes cônicos.

Geralmente, o rolamento cônico é muito popular em aplicações para cubos de rodas de automóveis mais leves, como os usados em fábricas e no setor agrícola.

O modelo também é usado em máquina-ferramenta, eixos de tomadas de força, dentre outros maquinários.

Rolamentos angular

Por fim, este tipo de rolamento conta com uma configuração básica frente aos demais modelos.

Em suma, a peça é indicada para suportar cargas combinadas, como cargas axiais e radiais, de maneira simultânea.

Portanto, isto é tudo sobre os tipos de rolamentos e suas principais funções no âmbito industrial.

Lembrando que a peça é fundamental em qualquer tipo de equipamento que necessita de alta movimentação ante as atividades diárias de um carro, fábrica ou qualquer outra aplicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *