Tipos de manutenções industriais

Uma indústria é composta por inúmeros tipos de processos, manutenções e etapas, e todas elas são feitas com suporte de máquinas e ferramentas.

Desse modo, da fabricação de moldes para rotomoldagem que consistem em peças de resina plástica presentes em fábricas de injeção de plástico, até a linha de produção de uma indústria automobilística, todo o sistema fabril depende de ferramentas e máquinas, e para garantir o bom desempenho desses componentes é preciso investir na manutenção industrial.

Por um longo tempo a manutenção industrial era vista como uma forma de gastar dinheiro, optando-se sempre pela compra de novas máquinas.

No entanto, esse pensamento foi alterando-se, visto que esses componentes foram se atualizando cada vez mais, de modo que a compra de novos equipamentos não se tornasse mais atrativa.

Assim, o serviço oferecido pelas empresas de montagem e manutenção industrial se tornou uma alternativa para economizar no orçamento e garantir que as máquinas e ferramentas funcionassem por um tempo maior e com mais eficiência.

Existe, entretanto, diversos tipos de manutenção industrial e o gestor precisa entender e conhecer esses modelos para saber em qual modelo investir para que a linha de produção seja eficiente e segura.

Tipos de manutenções na indústria

Por conta da manutenção industrial começar a ser vista como um elemento primordial para o bom desempenho da indústria, é imprescindível que o gestor conheça os tipos de manutenção disponíveis.

Abaixo trataremos de alguns desses modelos:

1. Manutenção corretiva não planejada

A manutenção corretiva não planejada é aquela que é feita após a máquina ou ferramenta apresentar falha durante o funcionamento.

Assim, é feita em caráter de urgência e não é esperado.

2. Manutenção corretiva planejada

A manutenção de equipamentos industriais corretivas planejadas consiste na manutenção programada dos equipamentos que já estão quebradas.

Acontece dessa forma, um equipamento quebra, e ao invés de optar pela correção imediata, o conserto é programado e a máquina fica inoperante até a data escolhida.

3. Manutenção preventiva

São usadas de forma ampla tanto nas indústrias como na assistência técnica siemens, e consiste em uma manutenção a fim de evitar falha ou quedas de desempenho.

Dessa maneira, o processo de manutenção preventiva é elaborada pelo setor de manutenção criando um cronograma.

4. Engenharia de manutenção

A engenharia de manutenção é uma evolução nas metodologias de manutenção industrial. Nesse sentido, o engenheiro de manutenção aplica benchmarks e técnicas modernas de manutenção.

Por ser de grande eficiência e modernidade vem crescendo sua aplicação no centro usinagem.

A vantagem de investir em alguns desses tipos de manutenção são:

  • Durabilidade;
  • Qualidade na produção;
  • Aumento da produtividade;
  • Dinâmica na produção.

Prioridades da manutenção industrial

Para a identificação de qual tipo de manutenção optar é preciso entender a classificação das prioridades da manutenção, são elas:

1. Emergência

Essa classificação ocorre quando a falha ou o defeito traz sérios riscos as máquinas ou equipamentos.

Quando o problema recebe esse tipo de prioridade o conserto deve ser imediato.

2. Crítico

Essa classificação ocorre quando a falha ou dano não precisa ser feita na hora. Então é emitido uma nota de ordem de conserto, que tem prazo de até sete dias para ser cumprido.

3. Normal

Essa classificação ocorre em manutenções planejadas e programadas, como ocorre nas manutenções preventivas.

Ordem de manutenção industrial

A ordem de manutenção industrial é composta por um documento que descreve o trabalho que será executado pela manutenção.

Dentro dessa ordem existem elementos necessários para a realização do serviço. Lembrando que toda essa ordem precisa ser emitida por um profissional qualificado e que tenha alguma formação relacionada a mecanica de manutenção de maquinas industriais.

Desse modo, existem diversos tipos de ordem que podem ser executados na fábrica:

1. Ordem corretiva

A ordem corretiva consiste em serviços imediatos, e que não precisam de planejamento e programação prévia.

2. Ordem planejada

São serviços solicitados que estão dentro do caráter não emergencial ou que estão dentro do plano de manutenção preventiva.

3. Ordem de rota

Essa ordem é emitida para planos de manutenção como: inspeções e lubrificações.

4. Ordem de parada geral

Essa ordem planeja paradas setoriais totais da indústria. Essa parada total permite que a manutenção ou correção seja feita de forma adequada e segura.

Dessa forma vimos que as manutenções industriais são variadas e que são essenciais para o bom desempenho dos processos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *