Sistemas de ventilação industrial e a segurança do trabalho

A indústria possui diversas características principalmente métodos e processos que ajudam na otimização da produção e garante o aumento dos lucros.

Porém, para que a produção seja efetiva e que os processos funcionem é preciso estar atento a diversos elementos, como o da segurança do trabalho.

A segurança do trabalho é um ramo da administração que vem lidar com diversas intempéries que ocorrem devido a execução das funções profissionais, assegurando à saúde do trabalhador e também o funcionamento pleno dos equipamentos e ferramentas.

Ter um profissional de segurança do trabalho faz com que a indústria venha se precaver de problemas como a instalação de detector de fumaça e de outros elementos.

Mas, um dos sistemas principais para assegurar a qualidade do ambiente de produção é o de ventilação ou também conhecida como sistema de exaustão industrial.

Esse artigo falará sobre como esses sistemas se configuram e como está intrinsecamente ligado a segurança do trabalho.

Sobre a ventilação industrial

As empresas de ventilação industrial trabalha com instalação de sistemas mecânicos que facilitam a renovação do ar por meio de ventiladores.

Essa solução é usada nos setores produtivos industriais para que as substâncias contaminantes sejam eliminadas e o ar fica limpo para o recinto.

Os sistemas de ventilação industrial são compostos por ventiladores (sendo axiais ou então centrífugos), dutos (que podem ser por insuflamento ou exaustão, feitos na fábrica de exaustores), filtros de manga, coletores de contaminantes e também abafadores de ruídos.

Há diversos modelos de ventilação industrial, mas a maioria dos modelos disponíveis atendem ao objetivo principal que é a filtragem de ar do ambiente.

Esses sistemas também permitem que o controle da temperatura seja efetivado, gerando o conforto térmico e proporcionando um ambiente mais seguro à saúde das pessoas.

Há dois tipos de modelos de ventilação industrial, os chamados sistemas de ventilação natural ou então sistema de ventilação forçada, sendo este último com o uso de equipamentos como a coifa industrial.

Ventilação natural e ventilação forçada

A ventilação natural dependerá do local onde a indústria está inserida, já que como o nome diz, a ventilação ocorre de forma natural dependendo das aberturas existentes no galpão que permitem o fluxo de ar sempre olhando para as diferenças de temperatura e pressão.

O sistema natural é pensado de forma que o fluxo de ar frio seja entrado por baixo e as saídas de ar quente – provenientes das produções – saia por cima. Esse sistema não possui máquinas e faz com que todo o sistema seja a própria natureza.

Já o sistema de ventilação forçado é conhecido pelo uso de turbo máquinas para que a circulação de ar funcione. Esse tipo de sistema de ventilação usa o chamado exaustor industrial.

Essas máquinas podem ser controlados de forma adequada para que o fluxo de ar funcionem de forma adequada. Os exaustores são ventiladores com motores elétricos que permitem que o ar seja transferido de um local para o outro.

Desse modo esse sistema é composto por:

  • Dutos;
  • Filtros de gases e ar;
  • Dampers;
  • Registros, captores e difusores;
  • Controladores eletrônicos.

Diferenças entre os sistemas

As diferenças entre os sistemas é claro, porém, podemos ressaltar mais alguns, um exemplo é que de forma orçamentária o sistema natural é mais vantajoso, porém, não permite um controle total das situações naturais.

E por conta disso o sistema de ventilação forçada é o mais usado pois consegue-se efetuar sistemas de vazões e perdas de pressão, ajudando na análise do ar.

Os sistemas de ventilação forçada são compostos também de detector de amônia que assegura a qualidade do ar.

Benefícios dos sistemas de ventilação industrial

Uma das coisas mais importantes para a implantação do sistema de ventilação é a segurança do ambiente de trabalho, para colaboradores e ferramentas. Assim, os benefícios que esse sistema pode trazer são:

  • Conforto térmico;
  • Qualidade do ar interno;
  • Renovação do ar quente;
  • Retirado do ar contaminado do ambiente;
  • Aumento das produtividades.

Os sistemas de ventilação possui algumas normas técnicas que precisam ser seguidas para atender a legislação:

Norma regulamentadora 15 – anexo 3 – que trata de algumas atividades e operações insalubres como a tolerância para exposição ao calor.

Norma regulamentadora 15 – anexo 11 – que trata sobre concentração de contaminantes no ar.

Por isso que é de suma importância a adesão de sistemas de ventilação industrial para a segurança do trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *