Quais são os tipos de aço encontrados na indústria?

Amplamente utilizado na indústria, o aço corresponde a uma liga de carbono e ferro de grande versatilidade e resistência. Entre as finalidades da fabricação das peças, é possível citar meios de transporte, utilidades domésticas, construção civil e até mesmo embalagens.

É importante abordar que durante seu processo de fabricação outros elementos são acrescentados, resultando em uma grande variedade de aços, tais como o aço ferramenta e o inoxidável.

Os aços ferramenta correspondem a um setor importante da produção dos considerados aços especiais. Isso se deve ao fato de que são produzidos em prol do alcance de um padrão de qualidade elevado.

Entre as principais aplicações, é possível citar:

  • Ferramentas de conformação de chapas;
  • Moldes;
  • Matrizes;
  • Componentes de máquinas.

Dois exemplos de aços ferramenta são: para trabalho a frio temperáveis em óleo e resistentes ao choque.

Os aços ferramenta para trabalho a frio temperáveis em óleo tem grande temperabilidade, que é uma característica que se refere a capacidade do material de sofrer endurecimento ao ser exposto ao calor e posteriormente ser arrefecido.

No caso dos aços resistentes ao choque, há uma ampla variação de temperabilidade, devido a quantidade de liga, que pode ser diversa.

Já os aços inoxidáveis apresentam como principal característica a resistência contra a corrosão, sendo este um fator potencializado por meio da adição de molibdênio e níquel. Entre as classes desse tipo de aço, estão os ferríticos e os austeníticos.

Diferentemente dos ferríticos, os austeníticos não são magnéticos, porém, quando são trabalhados podem ter a estrutura modificada para a martensita, um terceiro tipo de aço inoxidável, que também conta com caráter magnético.

Outra característica marcante do aço inox é a versatilidade, onde o tubo, barra e a chapa inox podem ser empregados nos mais diversos setores.

Por exemplo, é um material muito usado para a fabricação de recursos hospitalares devido a resistência apresentada e pela facilidade de higienização, que são requisitos significativos nestes locais.

Além desses exemplos, também é importante abordar o aço 4340, que é ligado ao cromo-níquel-molibdênio e é amplamente usado para a produção de vários elementos mecânicos, tais como engrenagens, cilindros e eixos.

São opções ideais para finalidades que exigem resistência mecânica média e alta resistência à fadiga.

Conheça o aço 1020 e o 8620

O aço 1020 é muito usado em engrenagens, catracas, tubos e eixos. Ele é amplamente utilizado para a cementação, que corresponde a um processo de elevação do teor de carbono na superfície, o que resulta no aumento da resistência ao desgaste.

Após esse processo, apresenta capacidade reduzida de endurecimento, principalmente quando comparado com o aço 8620.

Esse segundo tipo de aço apresenta média temperabilidade e resistência mecânica. Entre as aplicações principais é possível apresentar a fabricação de peças como pinos e engrenagens, onde há principalmente exigência em relação a dureza superficial resultante do processo de cementação.

Aspectos do corte a laser na chapa de aço

O corte a laser é uma alternativa muito aplicada para a confecção de peças mais  complexas, principalmente no caso do aço. Se trata de um procedimento de separação técnica, onde ao ser acometido pelo feixe de laser, o material derrete ou é vaporizado completamente.

De uma forma geral, é importante observar que o corte laser chapa de aço promove diversos benefícios, em especial, devido a precisão proporcionada pela técnica e por ser flexível. É preciso analisar o tipo de material a ser cortado, pois é um fator determinante para especificar a potência do laser a ser aplicado.

Apesar dessas vantagens, pode não ser um método favorável para a fabricação em massa no que diz respeito a produtividade, porém, depende muito do tipo de corte a ser realizado, uma vez que há diversas possibilidades para introdução de padrões a serem cortados.

Cabe a cada setor averiguar quais são os processos mais viáveis para a produção, que garanta não apenas a agilidade, como também a qualidade.

Sem dúvida alguma, é indispensável que os elementos adequados sejam utilizados, principalmente para não dificultar operações como a laminação, forjamento, corte, fundição e determinados tratamentos térmicos, que são muito comuns no caso do aço.

Afinal, diferentes processos são empregados para obter os resultados almejados na produção e por essa razão, é crucial aplicações corretas e que profissionais estejam encarregados de cada uma delas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *