Quais equipamentos são utilizados na indústria para melhoria?

Aprimorar o desempenho de forma geral é uma prioridade para os empreendedores e não é diferente ao se tratar do setor industrial, onde diferentes equipamentos e processos podem ser aplicados em prol de melhorias.

Um dos itens que podem ser aplicados, principalmente em prol do funcionamento adequado do sistema de energia, recebe o nome de banco capacitor e pode reunir diversos benefícios, tais como:

  • Elevação da capacidade de carga dos circuitos;
  • Redução de custos;
  • Perda reduzida de potência;
  • Melhorias na tensão.

Todos esses benefícios são originados a capacidade do banco de capacitores de corrigir o fator potência, que está associado a relação de energia reativa e ativa, ou seja, é um indicador da eficiência da energia utilizada.

Quando há certa disfunção nesse meio, essencialmente na energia reativa, o excesso pode causar quedas de tensão e perdas por aquecimento.

É algo viabilizado pelo fato de a energia reativa, ao contrário da ativa, não executar trabalho, porém, tem sua importância para a criação de campos eletromagnéticos que são indispensáveis para o funcionamento dos equipamentos.

No entanto, o ideal é que essa energia seja a mínima possível, pois conforme citado, excessos podem causar danos.

É justamente nesse cenário que os benefícios são ressaltados, pois entre as consequências, também há redução no fluxo de corrente, que permite que o circuito tenha novas cargas agregadas e evita também disfunções relacionadas a tensão.

O custo de redimensionamento em relação a rede de distribuição caso a capacidade extra seja necessária também é uma economia, justamente pela viabilização das novas cargas.

Já no que diz respeito a sua constituição, corresponde à um grupo de unidades capacitivas, que recebem o nome de células ou latas, sendo que cada lata é composta por um grupo de capacitores individuais.

Os capacitores são importantes componentes que armazenam energia eletrostática e liberam posteriormente, sendo muito utilizados para viabilizar o uso da corrente alternada.

A importância do transformador e do disjuntor

Quando se fala em melhoria, mais especificamente, de fatores relacionados ao sistema de energia, o transformador conta com grande importância, assim como disjuntor.

No caso do transformador, é capaz de elevar ou reduzir os valores de tensões e correntes, além da possibilidade de isolamento de circuitos. Os principais itens que podem ser observados na composição do transformador são o núcleo e duas bobinas.

No caso do núcleo, sua constituição corresponde a um material imantável, ou seja, com características magnéticas. Enquanto as bobinas apresentam um número divergente de espirais e são isoladas eletricamente entre si.

São nomeadas como bobina primária e secundária, sendo a primária responsável por receber a tensão e a secundária pela saída da tensão com o valor já modificado.

Já no que diz respeito ao disjuntor, é amplamente aplicado em instalações elétricas de diversos tipos, pois se trata de um dispositivo eletromecânico que carrega grande importância para a proteção de tais instalações.

Isso se deve a interrupção que promove do circuito quando a corrente elétrica tem o valor nominal excedido. No entanto, para usufruir de sua operação, é preciso que exista um dimensionamento correto, tanto do circuito, quanto dos seus componentes.

O que é barramento blindado e equipamentos?

barramento blindado se refere à um sistema modular que tem como principais funcionalidades a transmissão e distribuição da energia elétrica.

Basicamente, este equipamento é constituído por barras condutoras, que podem ser de cobre ou alumínio e são situadas em um invólucro metálico.

O mais vantajoso desse sistema é que permite a demonstração e criação de novas versões sem contar com a perda de peças ou até mesmo o sucateamento dos equipamentos.

No entanto, é preciso que sempre exista atenção em relação às diferenças dos sistemas, principalmente em relação ao tempo de instalação, garantia de desempenho e o dimensionamento.

As vantagens da automação de máquinas

Quando um processo é automatizado, o desempenho pode ser otimizado de forma geral. É o que ocorre na automação de máquinas, onde são implementados elementos tecnológicos como controladores, atuadores, interfaces e sensores que podem resultar em diversos benefícios.

A produtividade é uma das vantagens de maior destaque, porém, juntamente deste fator, é importante citar que a qualidade é elevada e o custo de produção comumente reduzido.

Além disso, a automação também promove melhores condições de trabalho de maneira geral, reforçando a segurança das operações.

Conforme relatado ao longo do texto, além da automação, diversos caminhos podem ser visados para alcançar melhorias no meio industrial, em especial, quando se fala de um funcionamento adequado e seguro dos sistemas de energia elétrica.

É imprescindível que profissionais qualificados estejam sempre a frente de tais atividades, pois podem apresentar um alto risco de acidentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *