Processos de esterilização e limpeza industrial

Dentro de uma indústria, assim como qualquer lugar que possua equipamentos de uso recorrente – como em cozinhas e hospitais – é importante que sejam feitos processos de limpeza e esterilização.

Há diversos tipos e processos de esterilização e limpeza, que vão desde a estação de tratamento de águas residuais industriais até elementos físicos e químicos.

Neste texto falaremos de alguns elementos primordiais dentro dos processos de esterilização e de limpeza.

Tratamento dos efluentes industriais e incineração do lixo

O tratamento dos efluentes é muito importante dentro de todas as indústrias, pois está ligado diretamente a destinação dos resíduos.

Além do tratamento desses efluentes ser importante para a indústria, é importante para o meio ambiente, pois permite que os resíduos despejados em rios e mananciais sejam menos poluentes e tóxicos. Isso porque os fluidos passam por uma estação de tratamento de efluentes industriais.

O efluente industrial é basicamente água com resíduos dos processos de produção industrial. Essa água e usada em lavagem de equipamentos, fábricas, além de tratamentos biológicos e químicos. Esses efluentes são tratados para que possam ser devolvidos aos corpos hídricos como rios e lagos.

Outro fator além do tratamento de efluentes é a incineração do lixo e consiste na queima desses resíduos em altas temperaturas e, para isso, são usados os chamados incineradores.

Assim, todo o processo de tratamento e eliminação de resíduos é essencial para uma indústria, pois garante que toda a linha de produção seja eficiente e altamente qualitativa, tanto para os seus clientes como para o meio ambiente.

Além dos elementos que citamos, podemos colocar a limpeza de tubulações industriais como fatores essenciais para isso.

Processos de esterilização

Antes de falarmos sobre os processos de esterilização, devemos entender o que é necessariamente a esterilização.

Basicamente, a esterilização é – por definição – uma eliminação ou destruição de todos os elementos microbianos existentes por meio de processos químicos e físicos.

Os procedimentos de esterilização tem como objetivo principal garantir níveis adequados de segurança, tanto em indústrias de alimentos, como medicamentos e todos os utensílios médico-hospitalares utilizados.

Assim, a esterilização é só mais um processo dentro de todos os procedimentos de limpeza industrial, como a incineração de resíduos e limpeza de efluentes.

Há dois tipos principais de esterilização que são usados nas industrias e em outros locais. São eles os métodos físicos e métodos químicos. Iremos falar de algumas das formas de esterilização, que podem ser:

  • Métodos físicos:
  • Calor úmido, calor seco;
  • Filtração e radiação;
  • Métodos químicos líquidos e/ou gasosos.

Iremos falar a seguir sobre dois tipos de métodos físicos, que são o vapor saturado sob pressão e calor seco.

O vapor saturado sob pressão é um tipo de esterilização que usa as ferramentas como a autoclave para a realização de todo o processo.

Há dois subtipos desse vapor saturado sob pressão, como o vapor úmido e o vapor superaquecido. Vale destacar que a água usada deve ser livre de todos os contaminantes possíveis.

O calor seco usa as chamadas estufas de ar quente e há quatro tipos de técnica: flambagem, incineração, raios infravermelhos e estufas quentes.

Esse tipo de esterilização não é indicado para materiais de borracha, tecido e aço. É indicado para esterilização de instrumentos metálicos de ponta e corte.

Já em relação aos métodos químicos de esterilização, iremos abordar o formaldeído e o glutaraldeído.

Na prática, o formaldeído é um elemento que possui diversos tipos de funções, como de fungicida, bactericida e também de esporicida. Ele é um gás com forte odor e um processo de esterilização lenta que pode levar até 18 horas para se concretizar.

De modo geral, o formaldeído é indicado para processamento de materiais como os cateteres, os laparoscópios, ventriloscópios e enxertos de acrílico.

Já o glutaraldeído é outro elemento químico e tem uma grande potência biocida, bacteriana e esporicida.

O elemento tem que ficar em imersão por mais de 8 horas. Assim, esse elemento é indicado para materiais termossensíveis, como conexões respiratórias, drenos e tubos de poliestireno.

Ainda há outros tipos de esterilização, como falamos, e todos devem ser usados de acordo com os tipos de materiais que precisam ser esterilizados.

A esterilização em conjunto com outras técnicas de limpeza industrial, como o lixo incinerado, permite que todos os processos sejam de qualidade e altamente seguros, tanto para os trabalhadores como para os administradores, que terão uma gestão mais eficiente e segura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *