O trabalho com o metal nos processos industriais

Os setores industriais são diversos e cada um possui necessidades específicas e utilizam equipamentos variados para colocar no mundo seus produtos e seus serviços.

Apesar de serem diferentes entre si, existem pontos em comum entre as indústrias, e uma delas é o uso da matéria-prima metálica.

Por isso, principalmente, em indústria de produção de peças, a elaboração de um centro de usinagem ou a contratação de um é de grande importância.

No entanto, além da usinagem, há outros pontos que precisam ser levados em consideração para que o metal seja trabalhado de forma adequada e correta.

Neste artigo falaremos sobre alguns processos importantes para que o metal seja bem trabalhado dentro da indústria e também em setores derivados, como o uso do método de eletrólise conhecido como galvanoplastia banho de prata entre outros.

A usinagem e seus processos

Um dos processos principais de tratamento de materiais metálicos é a usinagem, ou melhor, os processos de usinagem.

A usinagem e seus processos podem ser definidos como todo o processo de desgaste mecânico que tem como objetivo dar forma as peças, sendo em sua maioria metálicas.

Deste modo existem uma quantidade imensa de processos de usinagem que utilizam dispositivo usinagem para cada tipo de necessidade.

Assim, os processos de usinagem são:

  • Serramento;
  • Aplainamento;
  • Torneamento;
  • Brochamento;
  • Eletroerosão.

Existem outros como as que moldam chapas metálicas com jatos de alta pressão de água e também com o uso de lasers.

Hoje em dia todos os processos de usinagem ganharam aperfeiçoamento da tecnologia agregando nas mais diversas ferramentas o CNC – Código Numérico Computadorizado.

Deste modo aparecem nos mais diversos centros de usinagem máquinas que podem fazer o torneamento CNC, a fresadora CNC entre outros. Os processos automáticos geram mais precisão, podendo chegar até a 1 mícron.

Dentro do processo de usinagem há uma conhecida como rebarbação e que veremos com mais detalhes abaixo.

A rebarbação de elementos metálicos

A rebarbação é uma metodologia usada em operações de tamboreamento que é um dos processos de usinagem e também de peças fundidas. Esse processo de rebarbação acontece durante a produção de muitos tipos de peças como usinadas, fundidas, e outras.

A rebarbação de peças fundidas ou usinadas ajudam no arredondamento das bordas afiadas, que são conhecidas como “cantos-vivos”.

Para fazer o procedimento são usados equipamentos e ferramentas abrasivas e que acabam nivelando e limpando a superfície das peças.

Há dois tipos de rebarbação, a feita em materiais duros e materiais moles. Nos materiais duros as rebarbas são retiradas, enquanto em materiais moles é possível dobrar ao invés de serem retiradas.

Abaixo falaremos sobre a galvanização ou galvanoplastia em banho de prata.

Galvanoplastia de metais

A galvanoplastia de banho de prata consiste no uso de uma técnica de eletrólise que permite que determinado material metálico receba uma camada de prata, permitindo que o metal ganhe mais resistência a corrosão, por exemplo.

Alguns outros tipos de benefícios que podem ser conseguidos com essa aplicação técnica são diversos, aumento da condutibilidade elétrica, permitindo um acabamento estético mais agradável.

Deste modo, a peça começa a ter maior eficácia nas aplicações eletrônicas, ajudando também no uso de barramentos elétricos e plugs.

Além do uso industrial, pode ser usada nas decorações como nos corrimões e nos estilos industriais de decoração. Possuem quatro tipos de processos de galvanoplastia ou de galvanização como:

  • Processo rotativo;
  • Banho estático;
  • Carretel;
  • Processo contínuo.

O processo rotativo é feito em grande quantidades de peças a granel, enquanto o banho estático é em peças metálicas com estruturas diferentes, o carretel indicado para correntes, e o processo contínuo para fios e fitas.

Abaixo falaremos sobre o polimento cristalizado que é usado em peças metálicas automobilísticas.

O polimento cristalizado

O polimento cristalizado é um tipo de procedimento estético que é usado em larga escala no setor automobilístico e permite um cuidado com a peça metálica mais adequado, principalmente, na carroceria.

Este tipo de polimento cristalizado utiliza uma aplicação muito fina de resina, que depois é polida, trazendo uma grande revigoração na pintura, deixando o carro com muito mais brilho.

A vantagem dessa técnica é que ela não produz alterações na estrutura molecular da pintura, não reagindo com a tinta.

Assim, para cada modalidade do uso do metal existem possibilidades de técnicas e funcionalidades diferentes que podem ser usadas, dos polimentos até a galvanoplastia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *