O impacto da revolução industrial

A revolução industrial consiste em um conjunto de marcos na história, que correspondem a grandes modificações com impactos sociais e, principalmente, tecnológicos e econômicos.

No que diz respeito a indústria, é interessante abordar que uma das principais características da revolução foi a passagem do sistema de produção artesanal e agrário para uma realidade com cunho industrial, onde a maquinaria e as fábricas em si passaram a dominar.

Além disso, máquinas cada vez mais precisas e modernas surgiram, substituindo e/ou otimizado o trabalho humano, que antes era realizado de forma manual.

Também ocorreram descobertas direcionadas para o uso de matéria-prima de origem mineral, eletrica industrial, impulsionando assim a indústria química e a metalúrgica.

Tanto a parcela da população que atuava nas fábricas, quanto a economia, cresceram rapidamente no período da revolução.  Ao longo dos anos, a indústria ainda é um importante pilar para a economia e mercado de trabalho, mas naturalmente, não se desenvolveu e ainda não se desenvolve da mesma maneira em todas as nações.

Também é interessante citar que a origem da revolução é a Inglaterra, mas conforme pode ser notado com as informações apresentadas, se tornou um marco internacional, que aconteceu e forma gradativa, a partir de em torno do século XVIII. De forma geral, as principais consequências são as seguintes:

  • Crescimento econômico;
  • Fortalecimento da divisão de classes;
  • Especialização do trabalho;
  • Competitividade no mercado;
  • Fortalecimento político.

Todas essas consequências deixam claro as ligações presentes em meio a sociedade, principalmente entre o setor econômico e a política.

Mesmo com progressos já distintos na atualidade, os impactos ainda são direcionados predominantemente para esses setores e se refletem na sociedade.

Principais aspectos da tecnologia industrial

O emprego da tecnologia representa uma grande mudança industrial, principalmente pelos avanços no setor de manufatura, uma produção mais inteligente, entre outros fatores.

Quando se fala em tecnologia industrial, é importante citar a Tecnologia Industrial Básica (TIB), que consiste em uma aplicação sistematica a partir do conhecimento técnico-científico nos processos de produção de serviços e bens, de forma alinhada com a eficácia e exigências de qualidade na operação.

Sua constituição se refere a um grupo de funções tecnológicas, classificadas como um uso indiferenciado por diferentes áreas da economia, tais como a indústria, agricultura e o comércio.

Tais funções tecnológicas são indispensáveis para a otimização dos processos produtivos e de um mercado mais flexível.

Além disso, no que diz respeito a incorporação da tecnologia no meio industrial, é interessante citar que há alguns princípios comumente atrelados, tais como a capacidade de operação em tempo real, descentralização de tomadas de decisões e controle e virtualização.

Conheça a indústria cultural

Em todo esse cenário, é interessante citar a industria cultural, que tem como principal característica a visão dos consumidores como massa e, dessa forma, a individualidade é anulada.

Basicamente, as diferentes camadas intelectuais são niveladas, enquanto os canais de comunicação e principalmente as propagandas atingem apenas um aspecto mais superficial, seguindo um direcionamento mais generalizado.

Isso se deve ao fato de que, conforme citado, a massa foi um dos fatores prioritariamente visados, ou seja, as particularidades e aspectos mais profundos dos produtos e serviços oferecidos são negligenciados.

É algo que resultou de períodos marcados por avanços tecnológicos, técnicos, porém, com escassez de reflexão crítica e teórica.

Nesse contexto, a mídia se tornou uma forte aliada da economia capitalista e das novas formas de produção que acompanhavam todo o cenário pós-revoluções.

Dessa forma, ampliar o público passou a ser uma grande prioridade, mas para isso, era necessário oferecer algo acessível para a grande massa, principalmente para que se mantivesse satisfeita perante esta forma de lazer.

Sendo assim, pode-se dizer que o que era visto como mais interessante para a massa, era foco de investimento e da comunicação.

A indústria cultural é um dos grandes exemplos de impactos da revolução industrial, pois foi um marco que influenciou diferentes setores da sociedade, principalmente quando se leva em consideração o quão importante o modo de produção e consumo se tornou ao longo dos anos.

Por esse motivo, diferentes aspectos relacionados aos meios produtivos e pensamentos críticos encontrados na atualidade, possuem grande relação com o período das mudanças apresentadas ao longo do conteúdo aqui apresentado, em especial, pela presença cada vez mais marcante da tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *