Movimentação interna de materiais na indústria

Uma indústria é composta de inúmeros procedimentos, que vão desde a gestão dos recursos humanos, até o uso de ferramentas de mensuração de dados, e principalmente, o planejamento da logística interna da indústria, conhecida também como movimentação de cargas.

As movimentações de cargas internas dentro da indústria consiste no desenvolvimento dos processos de entrada e saída dos materiais do armazém da empresa.

Para isso é preciso seguir uma lógica, um esquema que deve ser bem estruturada, para que esses processos sejam:

  • Orgânicos;
  • Fluidos;
  • Eficientes;
  • Seguros.

Neste artigo abordaremos detalhes sobre a movimentação de materiais internos na indústria, bem como os mais diversos equipamentos usados para isso, como ponte rolante, paleteiras e outros tipos de ferramentas e máquinas.

Movimentação interna dos materiais: entendendo melhor

A movimentação interna de materiais consiste em fazer com que as mercadorias entrem ou saem do depósito para diversos fins como: transferência para filiais, utilização dentro da empresa, ou então, outros.

No entanto, para que tudo funcione é preciso de automação industrial, que consiste no uso de inteligência artificial para automatização dos processos, um sistema logístico que promova segurança, que seja rápida e criterioso.

Um bom sistema logístico interno permite a redução de despesas, aumentando o lucro das empresas.

O transporte de materiais de forma interna também podem ser pensadas e teorizadas como transporte de pequenas quantidades de bens em distâncias relativamente pequenas, e realizadas principalmente nos depósitos, fábricas e lojas, por meio de equipamentos como elevador industrial preço, paleteiras e outros elementos.

Uma gestão não eficiente na logística dos materiais internos podem causar alguns problemas na gestão industrial como:

  • Aumento de despesas (por conta de acidentes e perda de materiais);
  • Pode gerar um trabalho estressante;
  • Pode causar confusões administrativas;
  • Erros de contabilidade.

Por isso, que é essencial saber quais equipamentos usar para a movimentação de cargas, bem como ter uma consultoria eficiente para uma boa gestão.

Abaixo, falaremos sobre algumas ferramentas que podem ser usadas para esse tipo de movimentação.

Equipamentos para movimentação interna de materiais

Um bom planejamento de logística consiste também no conhecimento dos equipamentos necessários para que a movimentação ocorra de forma eficiente.

Alguns equipamentos são:

1. Empilhadeira

As empilhadeira diesel usada preço são uma ferramenta altamente usada para que a movimentação de mercadorias internas. Elas são veículos pequenos e permitem manobras nos galpões e estoques das empresas.

Elas se destacam por serem versáteis, e também por carregar volumes grandes que inicialmente não podem ser manipulados por pessoas. Esses veículos possuem lâminas que saem da estrutura. Essas lâminas dão suporte para as cargas.

Elas podem ser tanto movidas à diesel, como elétricas e manuais. Para grandes movimentações, como no caso das indústrias é aconselhado o uso da empilhadeira à diesel.

É possível adquirir essa ferramenta tanto por meio da compra, como por meio do aluguel de empilhadeira preço por hora, que na maioria das indústria tem se tornado uma ótima ferramenta de gestão.

2. Esteiras transportadoras

As esteiras transportadoras são essenciais em muitas etapas da indústria, do processo de carga e descarga que começa no caminhão, até mesmo o encaminhamento de peças e produtos para as mais diversas etapas de produção.

A grande vantagem das esteiras transportadoras é que podem ser altamente eficientes, e também por serem rápidos. Há dois tipos principais de esteiras, as fixas e flexíveis. Elas são compostas por um sistema de rolamentos e cilindros que realizam a movimentação da esteira.

Alguns setores industriais usam a esteira transportadora em larga escala como: setor automotivo, fábricas de alimentos, transporte de areia e britas. O uso nesses setores fazem com que os processos sejam mais dinâmicos e eficientes.

3. Transelevadores

Em grandes galpões é comum ter espaços apertados e estreitos que são de difíceis acesso. Neste sentido usam-se o equipamento conhecido como transelevadores.

Esse equipamentos permite a retirada dos materiais das estantes, sem que seja necessário o deslocamento pessoal para a execução do serviço.

São de maneira geral, equipamentos eletrônicos e automáticos, que são geridos por programas de computador, deslocando-se verticalmente com materiais que variam entre 5 e 6 toneladas, indo até uma altura de 40 metros, e com uma velocidade de 1 m/s.

Assim, para que a movimentação de materiais internos seja feito é preciso atenção e planejamento, bem como conhecer os equipamentos que podem ser usados, garantindo, eficiência, qualidade e segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *