Máquinas utilizadas para fabricação de peças

Todo tipo de mecanismo, sistema e dispositivo necessita de componentes eficientes, que possibilitem seu funcionamento adequado, certo? Por isso, não existiria nada disso sem as peças.

De diferentes tamanhos, formatos e aplicações, elas são essenciais para diversos segmentos de produção existentes no mundo contemporâneo. Embora sejam tão antigas quanto a própria humanidade, seu destaque moderno é ainda mais fundamental.

Para conhecer um pouco mais sobre a fabricação delas e o universo que envolve os variados utensílios e procedimentos industriais, com os quais elas se relacionam, reunimos no artigo a seguir tudo o que você precisa saber. Confira!

Operações

Para que uma peça esteja pronta e disponível para uso nas indústrias, você pode imaginar o tanto de processos pelos quais ela precisa passar?

Afinal, a variedade de demandas é crescente em todos os setores e, por isso, o desenvolvimento de componentes precisa estar cada vez mais alinhado com a eficiência, a segurança e o desempenho.

Nesse contexto, as chamadas máquinas operatrizes possuem um papel fundamental, pois elas variam muito e, dessa maneira, atendem a diferentes demandas.

Com diversos modelos, tamanhos e funcionalidades de Maquinas Operatrizes a venda, elas podem ser alimentadas por eletricidade e manter a ordem dos trabalhos, exercidos por diferentes materiais em operação, dentre eles o alumínio e a madeira.

Além disso, elas podem ser controladas manualmente em algum nível por um operador devidamente qualificado e com conhecimento técnico sobre a operação realizada e as necessidades que ela precisa atender.

Em alguns casos, no entanto, existem modelos totalmente automatizados, ou seja, que podem ser controlado diretamente pelo computador.

Moldes

Fabricação de moldes para injeção de plásticos também é essencial para a produção de componentes, que serão utilizados em diversas estruturas, sejam de grandes equipamentos, utensílios domésticos ou até mesmo brinquedos infantis.

Isso acontece devido ao aumento da produção de produtos plásticos, o que cria demandas cada vez mais específicas em muitos setores, tais como:

  • Indústria de embalagens;
  • Indústria de artigos de coração;
  • Indústria alimentícia;
  • Indústria automotiva.

A fabricação dos moldes é, portanto, uma etapa sem a qual não seria possível obter quase nada do que existe hoje, advindo dos setores mencionados.

Essa produção é feita por uma empresa especializada em ferramentaria e envolve uma série de fatores, como um trabalho de análise do uso da peça, que deve ser projetada e a criação em desenho por um profissional qualificado, conhecido também como projetista.

O projetista, portanto, precisa levar em conta o tipo de máquina que será utilizada na hora da produção dos moldes e, tendo isso em mente, ele consegue projetar a peça ideal para atender as necessidades existente usando um programa de computador.

Assim, as cavidades e também as linhas criadas devem ser, primeiramente, autorizadas pela equipe de produção, pois é ela que fará uso final dos materiais envolvidos na fabricação da peça. Entre as maiores vantagens de uso desse dispositivo estão:

  • Desenho conforme demanda;
  • Durabilidade e resistência;
  • Precisão na produção;
  • Flexibilidade de projetos.

Calandragem

Para que milhares de peças sejam desenvolvidas de acordo com as necessidades existentes em cada setor ou etapa de produção da qual ela fará parte, os moldes precisam trabalhar para criá-la em um formato ideal. Sendo assim, a utilização de calandra é um recurso indispensável.

Com o objetivo de curvar ou desempenhar chapas de metal ou de aço, essa máquina é altamente precisa e pode também realizar curvamento de perfis, linhas especiais e tubos de diferentes formatos e materiais, tais como:

  • Redondos;
  • Quadrados;
  • Retangulares;
  • De alumínio;
  • De cobre;
  • De inox;
  • De latão.

Dessa forma, percebe-se a ampla utilização do equipamento na construção civil, por exemplo, onde ela pode trabalhar com vigas, cantoneiras e até perfis em aço carbono. Elas podem variar de modelo de acordo com o material e a finalidade.

Tornos

Que tal automatizar todos esses procedimentos? Seria incrível, não? Por isso, o torno de engenharia mecânica é uma solução excepcional na fabricação de peças usinadas, sejam de revolução ou cilíndricas, e seu programa é compostos de:

  • Cabeçalho;
  • Perfil inicial e final;
  • Dados de corte;
  • Definição de ferramentas;
  • Ciclos fixos.

Vale lembrar que é fundamental utilizar sempre equipamentos, métodos e materiais que não prejudicam a estrutura e conseguem proporcionar a fabricação de qualquer peça, com muita qualidade e alto desempenho.

Além disso, reparo especializado como a Assistência técnica cnc romi estão disponível de forma ampla no mercado, facilitando ainda mais as diversas aplicações que você conheceu hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *