Fique por dentro de detalhes da fabricação de tubos

Os tubos possuem um papel crucial para os mais variados setores industriais e são amplamente aplicados em processos como drenagem, transporte e transmissão hidráulica.

Para essas tubulações, diferentes materiais são aplicados, como o alumínio, ferro e aço carbono. É interessante citar que diferentes fatores podem ter impacto na escolha para a produção e, naturalmente, a seleção exige cautela para evitar prejuízos e acidentes. Entre os aspectos que devem ser considerados, estão:

  • Condições de serviço: pressão e temperatura, ainda que temporárias;
  • Fluído: propriedades referentes ao pH e agentes nocivos;
  • Viabilidade: disponibilidade e custo dos materiais;
  • Segurança: o grau de segurança corresponde a vida útil e a resistência mecânica.

Além desses aspectos, é válido abordar que há dois grupos principais de tubos: com costura e sem costura. As principais distinções estão direcionadas essencialmente para procedimentos na produção e determinadas aplicações compatíveis com cada um dos materiais.

A diferença entre tubos com costura e sem costura

A soldagem é a principal distinção entre os produtos com e sem costura, sendo realizada na primeira opção. Além dessa questão, há algumas distinções nos tipos de solda em relação à aplicação.

Por exemplo, a forma espiral tem como matéria-prima uma bobina para a produção contínua em todos os diâmetros, enquanto no procedimento longitudinal, as etapas ocorrem em uma geratriz do tubo.

Os tubos com costura são caracterizados por um processo de pós-produção minucioso, pois exige a eliminação do excesso de solda dos tubos externamente e internamente.

Desta forma, é possível garantir um bom acabamento, que deve ser analisado ao adquirir qualquer tipo de peça, seja ao procurar tubo de aço carbono preço ou qualquer outro.

Já as opções sem costura são aplicadas essencialmente como itens de transmissão e em casos onde há restrições para soldas, como em ferramentas para perfuração.

Neste caso, a produção apresenta três fases: laminação, extrusão e a fundição.

A primeira é muito aplicada por fabricantes de tubos de aço carbono e inox, por mais que existam procedimentos distintos de laminação, o mais comum é realizado por meio de uma barra circular maciça composta por aço, que é impulsionada através de dois cilindros, que giram e se deslocam contra uma estrutura, produzindo assim um tubo bruto.

No caso da extrusão, o processo é totalmente distinto, uma vez que a peça é empurrada contra a matriz conformadora para que ocorra a amenização de sua seção transversal, enquanto a área ainda não prensada é acondicionada em um cilindro ou outro tipo de recipiente.

Além dessas características, a extrusão pode ser realizada a quente ou a frio, de acordo com a flexibilidade que o material apresenta.

Por fim, a fundição corresponde ao método em que o material se encontra em estado líquido e é despejado em moldes específicos para que ocorra a solidificação e posteriormente, o formato final seja adquirido.

Vantagens dos tubos de alumínio

Na indústria, o tubo de aluminio redondo é amplamente utilizado em instalações hidráulicas, sistemas de ventilação, equipamentos e instalações elétricas, enquanto o tubo de aluminio quadrado é visado predominantemente na construção civil como elemento estrutural.

De qualquer forma, são tubos versáteis e que apresentam diversos benefícios, como a leveza e resistência.

Para que seja possível usufruir dos benefícios dos tubos de alumínio, é importante que o armazenamento seja adequado, assim como a pintura e higienização.

No que diz respeito ao processo de fabricação, os tubos de alumínio passam pela extrusão e um procedimento que recebe o nome de trefilação, em que as extremidades do item são deformadas para que as dimensões almejadas sejam obtidas.

Há ainda mais uma etapa, o recozimento, que promove um aspecto liso para o material.

O que é galvanização?

A corrosão é um problema muito comum em peças de ferro e o mesmo se enquadra ao se tratar dos tubos. Nesse contexto, opções como o tubo de ferro galvanizado são uma solução favorável, em especial, ao considerar que o processo consiste na aplicação de uma camada extra de proteção composta por zinco.

Seja para o tubo de ferro quadrado ou redondo, é um processo que pode garantir maior resistência anticorrosiva para a aplicação.

Entre as principais aplicações de tubos galvanizados, é possível citar usinas de açúcar e álcool e o setor químico, sendo essenciais para a transferência de fluídos.

Assim como com outros tipos de tubos, é crucial garantir que as aplicações de fato sejam compatíveis com as especificações de cada situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *