Fabricação de peças e indústria automobilística

A indústria é composta por diversos elementos e componentes que permitem a qualidade na produção nos mais diferentes setores como os petroquímicos, têxtil, alimentícios entre outros.

Com o passar do tempo e o avanço da tecnologia a indústria foi se modificando e ficando cada vez mais eficiente, tanto, que hoje em dia falamos de uma nova indústria, conhecida como Indústria 4.0, que tem como objetivo usar computadores e máquinas para automação dos processos.

Uma das indústrias que mais se desenvolveram com o advento das mais diversas tecnologias foi a industria automobilistica. Essa indústria é baseada em um equilíbrio do uso de robôs e mãos humanas.

Neste artigo iremos falar sobre a linha de produção de uma indústria de automóveis bem como outros elementos como cordoalhas de cobre, entre muitos outros equipamentos.

Linha de produção de automóveis

Hoje as linhas de produção de automóveis recebem o suporte das mãos dos robôs, por meio de braços articulados. Tanto que cerca de 70% das tarefas dentro da linha de produção são feitas pelos robôs, principalmente nas soldagens.

Assim, existem muitas etapas e ferramentas que são usadas, como máquinas de solda, mandrilhadora portatil, e muitos outros.

Um carro fica pronto em um período de 24 horas, isto é, do momento em que uma chapa metálica sem forma entra na fábrica, até entrar no pátio com motor, rodas, carrocerias e muitos outros elementos, a fabricação é feita em um dia.

A principal ferramental da linha de produção de automóveis é o entrosamento dos fornecedores com a demanda, isso porque todas as indústrias trabalham no estilo just in time, em que a produção de automóveis ocorre com a necessidade do estoque.

Assim, antes de iniciar a máquina para retifica de cilindro mestre de freio, é preciso saber a necessidade de produção.

Abaixo falaremos sobre algumas etapas presentes no desenvolvimento de um automóvel:

1. Estamparia

É a primeira etapa de todo o processo de produção.

São quando as chapas de aço chegam na indústria e recebem a classificação para que tipo de modelo serão usadas.

São depois recortadas e passam por processos de acabamento como lixamento e o uso de dressador de rebolo de esmeril, tudo para que então seja encaminhada a outra etapa.

2. Estruturação e funilaria

A estruturação é quando ocorre a montagem da carroceria. Todo o apoio da montagem é feito por braços robóticos, compostos de articulações (compostos por cordoalha flexivel).

Além disso, é também realizado as soldagens, que são de difícil acesso aos operadores, e portanto, são feitos pelos robôs. São cerca de 5000 pontos de soldagem.

Após isso é feito o serviço de funilaria que consiste na gravação do número do chassi e a testagem de aberturas de portas, janelas e porta-malas.

3. Motor

Depois a indústria foca no motor, que consiste na montagem e também na testagem. Esse teste é realizado fora do carro.

Existem diversos tipos de motor como 1.0, 1.4, 1.6, 2.0 que são usados de acordo com os detalhes.

Também é o momento em que os carros são equipados com os sistemas de ar-condicionado, entre outros.

4. Montagem final

A montagem final consiste no restante da instalação de equipamentos internos e externo.

Estimativas apontam que são cerca de 3000 peças e são instalados:

  • Quadro de instrumentos;
  • Carpetes;
  • Bancos;
  • Para-brisas;
  • Estofamento de laterais.

Depois é feito o que é chamado de “marriage” pelos fabricantes, que consiste na colocação da carroceria e o powertrain (que é todo o conjunto do motor e da transmissão) de forma sincronizada. É um processamento muito rápido, de poucos segundos.

Depois são feitos a instalação das rodas e dos pneus. Nessa etapa, a ação dos robôs diminuem, sendo usados muito a mão humana.

Eficiência e qualidade

Vimos que a indústria dos automóveis possuem muitas etapas, e uma das principais consiste na produção das peças que se resumem principalmente na fase da estamparia.

São usados processos de usinagem bastante diferentes, do torneamento ao fresamento, tudo para que as demais etapas do processo sejam asseguradas.

Outros pontos importantes para manter a eficiência e a qualidade é atentar-se para os detalhes da produção, como o uso da cordoalha de cobre, elementos de solda, entre outros.

Assim, para que qualquer indústria funcione é importante a atenção aos processos de produção de peças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *