Elementos industriais e seu bom funcionamento

As indústrias são compostas por uma série de componentes, esses componentes quando unidos permitem que os processos industriais aconteçam da melhor maneira possível, a garantir a qualidade, eficiência e boa produtividade.

Muito desses processos são baseados em soluções em automação industrial que permitem que máquinas funcionem sozinhas, e que dados sejam geridos de forma automática, garantindo assim uma maior economia dentro das etapas operacionais presentes em cada tipo de indústria.

Assim, desde grandes computadores para fazer com que as máquinas funcionem de forma adequada e segura, até softwares desenvolvidos para que o gerenciamento dos mais diversos setores sejam garantidos, a indústria necessita de muitos tipos de serviços em conjuntos para funcionar.

No setor das automações, as empresas de automação industrial em Ribeirão Preto são as mais qualificadas para desenhar um projeto efetivo e que garanta que a fábrica tenha mais eficiência e muito mais qualidade.

Uso de elementos como:

  • Sensores;
  • Alarmes;
  • Softwares;
  • Máquinas.

São definidos por eles, facilitando então a instalação desses sistemas tão importantes.

Como apontamos nesta pequena introdução, as fábricas podem contar com sistemas, como o de automação industrial, bem como grandes máquinas, e neste artigo falaremos sobre dois componentes presentes de forma contínua nas indústrias, as bombas e as válvulas.

Juntamente com máquinas como a fresadora CNC para usinagem de materiais metálicos, as bombas e as válvulas garantem que os mais diferentes tipos de fluidos possam agir livremente no chão da fábrica de forma controlada.

Abaixo, entenderemos mais sobre elas.

As bombas industriais e seus tipos

As bombas industriais ou chamadas de bombas hidráulicas são equipamentos que permitem o bombeamento de fluidos e sua transferência de um local para o outro. Esse deslocamento pode ser aplicado tanto em fluidos gasosos como de pequenos sólidos.

Há muitos tipos de bombas, pois seus funcionamentos são diferentes. Temos que atentar que assim como um dos muitos equipamentos presentes no painel elétrico industrial, as bombas são movidas por motor ou turbina elétrica, e em alguns modelos pode apresentar um mecanismo à combustível.

Esse motor permite que a energia mecânica seja transformada em energia cinética e que permite o deslocamento do fluido. Porém, cada modelo de bomba conta com características bastante específicas.

Abaixo falaremos sobre 3 tipos de bombas industriais.

1. Bombas de engrenagem

Essas bombas são uma das mais versáteis dentro do mercado, podendo ser encontrada em até 70% das instalações industriais de diferentes setores, que vão desde o petroquímico, têxtil até o alimentício e metalúrgico entre outras.

Sua versatilidade está na capacidade de atuar e operar em diferentes líquidos, como os corrosivos, os tóxicos, e os de baixa, média e alta viscosidade.

2. Bombas centrífugas

São bombas que tem como característica a transferência de grandes quantidades de fluidos. Porém, sua aplicabilidade é mais restrita, sendo mais usadas em líquidos com densidades próximas a da água e que sejam pouco agressivos quimicamente.

3. Bombas de deslocamento positivo

São conhecidas também como bombas volumétricas, e bombeia fluidos por impulsão. Assim, trabalha com vazões baixas e com líquidos de alta viscosidade como concreto, óleos pesados, xarope, mel e outros.

O funcionamento dessas máquinas podem ser automatizados por empresa automação industrial permitindo que o controle sobre elas e seu desempenho seja melhor e mais garantido.

As válvulas industriais

Um elemento que atua em conjunto com as bombas industriais são as válvulas. Esses equipamentos tem como uma função principal o controle de fluxos regulatórios de um determinado fluido, sejam eles gases, líquidos e também pequenos sólidos.

De maneira geral as válvulas permitem que a entrada e saída das tubulações sejam controladas, dando vazão ou não aos produtos.

Outro aspecto das válvulas é o controle da pressão dentro do sistema, sendo alguns modelos específicos para isto como as válvulas pneumáticas, as solenoides, entre outras.

Algumas válvulas também possuem o controle e o monitoramento das mudanças de temperatura e fluxo. Abaixo falaremos sobre alguns modelos.

A válvula gaveta são as mais comuns do mercado, e possuem uma função de bloqueio dentro dos sistemas de tubulação. Seu controle pode ser manual ou automático.

A válvula globo por sua vez ajuda na regulação do fluxo dentro de uma tubulação, diferente do “tudo ou nada” da gaveta. Possui um disco móvel em relação ao anel estacionário.

Portanto, vimos que uma indústria é composta desde chapa inox 316 preço, passando por válvulas e bombas, tudo para garantir seu bom funcionamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *