Descubra mais sobre as peças industriais

Para que uma industria funcione bem é necessário maquinários de grande porte e que elas desempenham várias funções.

É preciso que o empresário invista em aparelhos cada vez mais modernos para que consiga competir com outras indústrias.

Por isso é de supra importância escolher os aparelhos adequados e bons. Comece pesquisando um fornecedor que tenha nome no mercado, mas, antes disso, faça uma investigação nos processos das etapas de execução interna.

Identifique se há algum ruído, falha no processo industrial em relação às concorrentes. Feito essa análise e o resultado dando positivo, invista nos maquinários para aumentar a capacidade.

É preciso planejar ao investir em novo(s) equipamento(s), caso contrário, o investimento pode gerar grandes problemas e logo prejuízo como:

  • O pagamento do imposto de importação na análise do investimento;
  • Complexidade no transporte do maquinário (prazo de entrega);
  • Aparato preso na alfândega;
  • Inadequação do aparelho, sem lugar de pôr, dentro da indústria.

Portanto, é extremamente necessário conhecer o produto e os trâmites do transporte dos equipamentos novos.

Lembre-se que os investimentos bons são os que visam o crescimento da empresa, sempre precisa levar alguns aspectos como: impacto que trará e os objetivos em curto, médio e longo prazo.

Atende-se a 5 aspectos que devem ser levados em consideração na hora de comprar equipamentos.

Pesquise fornecedores que negociem e tenham um relacionamento direto.

Mesmo com o avanço da internet, onde tudo fica mais fácil, procure fornecedores com quem dê para checar o produto antes da compra.

Além disso, com um fornecedor direto fica mais fácil de fazer uma manutenção posterior do aparelho.

Veja se a garantia e o suporte técnico do produto serão cumpridas e, com o fornecedor direto, também pode-se fazer negociações, descontos para pagamento em dinheiro ou parcelado.

Tendo em mente 4 características de um aparelho (funcionalidade, qualidade, produtividade e inovação) no momento da negociação, procure referências, especificidades técnicas, capacidade de produção, entre outros, do maquinário.

Pode-se encontrar essas informações no mercado e com empresas que já aderiram o produto do mesmo fornecedor, inclusive, ele próprio pode oferecer essas informações. Agende uma visita para ver a funcionalidade do aparelho.

Modelos de máquinas compactas pode ser um ótimo investimento por otimizar espaços resultando em economia (financeira, elétrica e manutenção), pois esses modelos têm várias funções em uma máquina só. O quarto ponto é avaliar os prós e contras do equipamento.

A última dica é procure um fornecedor mais qualificado e não o que oferece um preço vantajoso. Avalie a qualidade antes de fechar negócio.

Conheça algumas peças industriais

A indústria fabrica e utiliza muitas peças industriais, conheça algumas.

Tubo din 2440 é um tubo de aço e pode ser preto ou galvanizado, perfeito para serem utilizada na condução de óleo, ar comprimido, água, gás, entre outros fluidos em baixa pressão;

Os tubos retangulares são usados em montagens e em projetos de estruturas metálicas como vigas e colunas de sustentação.

Devido sua forma pode ser utilizado, também, em mezaninos, fundações e em suporte para pisos de metal e outras aplicações na construção civil, arquitetura e engenharia.

Pode-se aplicar em produção de maquinário e equipamentos que requerem alta resistência e durabilidade.

Eletroduto galvanizado 3 4 é um tubo de aço que desempenha a função de aguentar e proteger fios e cabos dos circuitos elétricos.

Indicados para instalações elétricas residenciais e industriais (refinaria de petróleo, de explosivos, petroquímica, centrais elétricas e indústrias). Ou seja, esse aço tem a função de isolamento.

Os conduítes são dutos que protegem os cabos e condutores que passam pelo subterrâneo da terra, abrigando melhor as instalações elétricas no qual necessitam de proteção.

O conduíte também é conhecido como eletroduto.

O resultado dessa proteção evita influências externas como, por exemplo, choques mecânicos ou agente químicos. Também evitam explosões e/ ou incêndio que podem ocorrer se não for usado os dutos.

O que é usinagem de peças?

Usinagem nada mais é do que um procedimento de fabricação que utiliza o material bruto para a produção de outro objeto metálico. Usa-se muitas máquinas-ferramentas no processo de manufatura da Usinagem de peças industriais.

Os mais comuns são: tornos, furadeiras, plainas, fresadoras e retificadoras.

O processo inicia-se por intermédio da usinagem de um material em seu estado bruto — aço, metal ou plástico — pelas máquinas-ferramentas específica sendo moldado já na figura, forma final do objeto.

É por esse processo que todas as peças, de quaisquer maquinários, são produzidas, depois são inseridas entre si, gerando uma outra máquina, ou objeto de construção que desempenha outra função como, por exemplo, uma linha de produção.

Esses são os procedimentos de dentro de um centro de usinagem, ou seja, de um bloco bruto de matéria-prima torna-se várias peças que resultam em várias outras máquinas, aparelhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *