Conheça alguns equipamentos que são utilizados na indústria alimentícia

A Rosca transportadora consiste em um dos equipamentos industriais usado para facilitar o deslocamento de matérias sólidas, granuladas ou em pó, auxiliando, ainda, o controle do fluxo desses compostos.

É produzida a partir de materiais que são resistentes a corrosão e ao desgaste por contato e fricção de fragmentos.

O processo de fabricação desse equipamento se dá pela junção de anéis metálicos que irão dar o formato de helicoide.

Sua espessura e diâmetro são elaborados para se adaptar às necessidades das máquinas nas quais serão acopladas.

A Rosca transportadora conta, portanto, com essa estrutura helicoidal, que é tratada em sua superfície a fim de ganhar maior resistência aos processos de desgaste e aumentar sua vida útil.

Ela pode ser operada de forma inclinada ou na horizontal, e as variadas capacidades de fluxo de materiais e velocidades de operação garantem que a pesagem e a dosagem dos materiais que são transportados seja facilitada.

A rosca pode funcionar em diferentes referências de resfriamento e aquecimento, de acordo com as especificidades dos produtos manipulados na máquina.

Além disso, ela pode contar com o acréscimo de sensores especificamente elaborados para indicar a direção a ser seguida pelo produto ou de sistemas que automatizam todo o seu funcionamento.

Quanto a montagem desse equipamento, ele pode ser feito em uma estrutura de tubo ou com tampas que podem ser removidas para melhor aproveitamento da inspeção necessária e da higienização da máquina.

As roscas transportadoras são empregadas em vários campos da indústria, como, por exemplo, a siderurgia, a metalurgia, a indústria alimentícia, química, petroquímica, de fabricação de papel ou ainda, na mineração.

O que são as esteiras industriais?

Outro equipamento utilizado para promoção de objetos diversos pela indústria é a Esteira industrial.

É empregada no transporte contínuo de produtos em vários setores da indústria como a química ou a alimentícia, por exemplo.

Ela pode ser montada a partir da necessidade da indústria para a qual se destina: normalmente são compostas por cilindro elétrico de metal que fica perpendicular aos quadros e faz movimentos rotativos que empurram os objetos para frente.

Em alguns casos, a esteira pode contar com um sistema automatizado que permite a mudança de direção dos produtos que estão sendo transportados.

A circulação dos itens de grande peso ou volume são facilitadas pela motorização do maquinário, que ainda pode ter formato curvo ou cantos incorporados ao seu corpo, de acordo com as necessidades das indústrias para as quais são produzidas.

A correia transportadora é parte da Esteira industrial.

É uma peça que garante a correta movimentação da esteira, trabalhando juntamente com o motor redutor (um conjunto formado por um motor elétrico e engrenagens, que diminuem a rotação do movimento) que é protegido por uma camada de óleo sintético.

Normalmente as correias são produzidas contando com um revestimento à base de borracha, uma lona interna de nylon e emendas abertas ou vulcanizadas.

O que significa que passaram por um processo de aplicação de calor que melhoram a resistência da borracha à tensão e sua elasticidade.

Esses componentes da peça permitem que o movimento do equipamento de transporte de objetos seja feito de maneira homogênea e contínua e em velocidades controladas de acordo com a necessidade da indústria.

A utilização de uma esteira de qualidade é fundamental, pois garante que o funcionamento das esteiras de transporte aconteça de forma adequada e segura nas etapas em que esse maquinário participa durante o processo industrial (carga, descarga ou empilhamento, por exemplo).

A esteira industrial pode conter, ainda, rodas acopladas para possibilitar sua movimentação pelos diversos setores de produção industrial, adaptando-se às necessidades dos processos produtivos.

A utilização desse equipamento facilita o trabalho e garante maior eficiência logística a produção.

Os cilindros para massa na indústria alimentícia

Você sabe o que é um Cilindro para pastel? Para entender o que é esse equipamento e como ele pode auxiliar no processo de fabricação desse alimento, primeiramente vale dizer o que são, de maneira geral, os cilindros de massa.

Bastante empregado pela indústria alimentícia, o cilindro de massa é responsável pela qualidade do produto a ser batido, pois garante sua homogeneidade e uma textura diferenciada.

É composto por dois cilindros paralelos que giram em sentido contrário, processando e sovando a massa colocada no meio desses dispositivos.

Pode ser elétrico ou manual, sendo um investimento muito rentável, uma vez que facilita o processo de preparação de massas diversas e na indústria de panificação.

Um desses tipos de cilindro é o Cilindro para pastel, utilizado para sovar e processar a massa desse alimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *