Como é feito a usinagem de peças

usinagem de peças industriais é um termo que se remete ao processo de transformação de um determinado material, como o aço e o plástico, por exemplo, porém na própria peça que será utilizada em diferentes setores da indústria.

Existem inúmeras empresas que realizam esse trabalho e fornecem peças para máquinas e equipamentos, tanto para os que são utilizados na indústria como em outros ramos. Deste modo, encontrar um centro de usinagem em diferentes esquinas é algo muito simples.

Por conta da grande usabilidade das peças usinadas, resolvemos desenvolver este conteúdo para que você conheça a forma em que a usinagem de peças é feita. Acompanhe o restante do conteúdo a partir dos demais tópicos.

Processo de usinagem

O processo de usinagem é extenso e envolve uma série de etapas, que vão desde a utilização de matéria-prima que compõe a peça, como o Aço 1020, o cobre, o plástico, entre outros, até a parte final, onde a peça é devidamente moldada para uso.

Abaixo, confira o passo a passo do procedimento de usinagem:

Torneamento

O torneamento é a primeira etapa, já que a matéria-prima da peça está em estado bruto, popularmente conhecido no âmbito industrial como tarugo. O tarugo possui forma cilíndrica.

Durante a operação de corte, a ferramenta responsável pela usinagem da peça realiza movimento de translação, enquanto a o item gira em torno de seu próprio eixo.

Este processo é muito simples, pois ao mesmo tempo que a peça fira, também toma forma. Peças comuns nos setores da indústria, como o parafuso sextavado flangeado, também passam pelo mesmo procedimento até chegar ao aspecto de usabilidade final.

Aplainamento

Para o procedimento de aplainamento, o fator primordial consiste em promover cortes que geram superfícies aplainadas, ou seja, planas.

O movimento da ferramenta de corte também é de translação enquanto a peça permanece estática, ou vice-versa. Abaixo as possíveis operações de aplainamento.

Este procedimento é um dos que começam a tornar a peça em um recurso útil, já que ela começa a apresentar a sua forma final de uso. Neste sentido, o aplainamento de ferro e aço pode acontecer das seguintes formas:

  • Aplainamento de rasgos;

  • Aplainamento de perfis;

  • Aplainamento de ranhuras em T;

  • Aplainamento de superfícies côncavas;

  • Aplainamento de guias.

Fresamento

Durante a operação de fresamento, a ferramenta de corte conta com vários gumes e fica incumbida de executar movimentos de giro em pressão à peça.

Geralmente, no processo de fresamento, o equipamento de corte conta com vários gumes e executa movimento de giro, enquanto é pressionada contra a peça, sela ela pequena, como um parafuso, ou grande, como um perfilado, por exemplo.

Neste sentido, a peça movimenta-se (alimentação) durante todo o processo, para assim atingir a forma desejada. A superfície usinada resultante pode ter diferentes aspectos, sendo em curvas ou planas.

Furação

A furação é o procedimento onde uma broca de dois gumes executa uma espécie de cavidade cilíndrica na peça. O movimento da ferramenta é um com conjunto de deslocamento retilíneo e rotação ao longo do eixo do furo.

Outro tipo de furação é o alargamento de furos, na qual utiliza-se uma ferramenta similar à broca, mas com múltiplos gumes, que remove o material de um furo, ampliando seu diâmetro e, ao mesmo tempo, conferindo um alto grau de acabamento.

Brochamento

Durante o brochamento, a ferramenta multicortante faz movimento de translação, enquanto a peça a ser usinada permanece estática. Em algumas ocasiões podem existir movimentos rotativos, relativo entre as duas extremidades.

Em suma, a superfície usinada resultante é curvada. Neste sentido, o grau de acabamento do brochamento é superior. O procedimento é caro, pois o custo da ferramenta é elevado. O brochamento pode ser externo ou interno, garantindo total acabamento da peça.

Retificação

O último processo da usinagem de peças é a retificação. Neste caso, a ferramenta remove todo o material da peça final por meio de grãos abrasivos. O procedimento também é conhecido como retiragem de rebarbas.

A ferramenta é responsável por girar em torno de seu próprio eixo – como de costume, além de poder executar movimentos de translação para que a peça fique completamente limpa de resíduos.

A peça a usinar também pode ficar em movimento. O processo é de extrema precisão dimensional, já que proporciona um índice de acabamento superior.

Conclusão

Portanto, este é todo o processo da usinagem de peças da indústria. O serviço é de extrema importância para quem deseja obter peças de qualidade, com resistência e vida útil além do comum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *