Armazenagem industrial depende de veículos e logística correta

A administração empresarial requer conhecimentos técnicos apurados, para que todas as cadeias envolvidas em processos tenham um funcionamento adequado, com consequências produtivas e objetivas.

Para isso, o uso da logística na armazenagem, para atender toda a demanda de recebimento de matéria-prima, gerenciamento de estoque antes e após a linha de produção, e encaminhamento para o mercado consumidor deve ser acompanhado durante todo o processo por uma equipe eficiente.

A estrutura deve contar com depósitos e galpões apropriados, com veículos de carga e descarga, para movimentação de diferentes objetos entre pátios, espaços de transformação e setor de distribuição, englobando estratégias apropriadas para que a mobilidade seja assertiva e, importante saliente, com redução de tempo e custo.

Para isso, quatro processos de armazenagem devem fazer parte da logística de uma empresa:

  • Recebimento de matéria-prima;
  • Armazenagem correta em ambientes apropriados;
  • Separação de itens para locais de transformação;
  • Expedição e distribuição ao mercado.

Com a padronização de todos os processos, evita-se muitos erros e falhas, refletindo em menor custo com mão de obra e desgaste de equipamentos utilizados durante a jornada de trabalho.

Veículos certos para cada tarefa de armazenagem

No ambiente de trabalho é preciso utilizar as ferramentas corretas, para que os trabalhadores possam realizar todas as tarefas de forma segura e precisa.

No setor de logística, a movimentação pode ser realizada com veículos desenvolvidos para ajudar no transporte de carga pesada em sentido horizontal e vertical.

Em ambientes fechados, como galpões e armazéns, o uso da transpaleteira elétrica Toyota é muito comum, pois uma de suas principais características está na ausência de emissão de gás poluente, garantindo a saúde do operador e demais pessoas que trabalham nestes locais.

Os modelos variam quanto à capacidade de carga, chegando até a 2,5 toneladas, o que garante eficiência e praticidade na maioria dos serviços.

Para áreas externas, em que o terreno pode ser irregular, o uso de empilhadeira a gas é mais comum, pois possui pneus com características próprias, que podem ser pneumáticos ou super elástico.

A potência do motor também é diferenciada, por causa da estrutura veicular, permitindo o transporte de carga mais pesada, inclusive quanto ao alcance de elevação superior.

A logística é beneficiada de diferentes formas, quando este tipo de equipamento é empregado nos processos de armazenamento, proporcionando soluções eficientes quanto à organização e movimentação.

Para os profissionais capacitados, a operação de manejamento é fácil.

O investimento também se reflete em outras etapas, como:

  • Comodidade no ambiente de trabalho;
  • Maior precisão aliado ao planejamento;
  • Segurança para operadores e terceiros;
  • Eficiência somada à organização e rapidez.

A capacidade de suportar dimensões e pesos diferenciados, além de alcançar alturas máximas de prateleiras garantirá um local de trabalho satisfatório e produtivo.

Manutenção de equipamentos garante produtividade

Para que os veículos utilizados no setor de logística funcionem adequadamente, é preciso que a manutenção das peças empilhadeira Toyota sejam verificadas de maneira preventiva e, quando necessário, seja realizada a substituição de forma imediata.

Com isso, a equipe de segurança do trabalho garante a proteção dos colaboradores e de terceiros, já que o armazenamento inadequado pode causar acidentes e atingir não só os operadores das paleteiras e empilhadeiras, mas também de terceiros, em outros setores.

Esse tipo de cuidado deve estar presente no planejamento estratégico de logística, assim como na linha de produção industrial e na expedição de produtos destinados ao mercado consumidor.

As normas regulamentadoras que regem este tipo de ambiente devem ser seguidas à risca, para que os trabalhadores possam exercer suas atividades com tranquilidade, realizando as tarefas com acuidade e profissionalismo.

Treinamento de equipe garante trabalho eficaz

Cada empresa tem seus objetivos e particularidades, com espaços dedicados para cada trabalho realizado. A logística empregada na armazenagem engloba diferentes setores e, por isso, diversos veículos são utilizados.

Por isso, o treinamento dos operadores deve englobar serviços de manutenção básica, como o uso do torquímetro pneumático para verificar as porcas e parafusos das paleteiras e empilhadeiras.

Dessa forma, fica garantido que as rodas e braços mecânicos estão bem fixados, seguindo os valores indicados pelos fabricantes, muitas vezes presentes no manual de instruções, ou mesmo em placas fixas presentes na garagem, onde os veículos ficam guardados.

Para garantir que tudo está sob controle, é possível manter um torquimetro de estalo próximo e, caso surja algum barulho irregular, verificar as peças que precisam de um ajuste.

Sendo assim, todo o trabalho de armazenagem pode ser feito sem qualquer tipo de problema, tanto para o veículo quanto para seus operadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *