A relevância da usinagem e produção de plástico na indústria

Os serviços no ambiente industrial são essenciais para o desenvolvimento de mercadorias de pequeno, médio e grande porte. As empresas de diferentes segmentos de atuação trabalham diariamente para produzir em larga escala com o objetivo de atender as necessidades dos seus clientes.

As atividades executadas nas firmas dependem de alguns fatores como a matéria-prima, o espaço para a linha de produção, o maquinário e uma equipe de funcionários capacitados e experientes são essenciais para um bom desempenho.

Um ponto relevante para agilizar as atividades e economizar tempo é ter um planejamento. O plano é fundamental para definir os produtos e serviços que serão executados, os métodos de produção e outras questões que estão diretamente relacionados a produção da empresa.

A importância da indústria de plásticos

O plástico é um tipo de matéria-prima de boa qualidade e versatilidade, podendo ser aplicado em diversos processos produtivos. Diversos objetos utilizados no dia a dia, dentro e fora do ambiente de trabalho, tem algum detalhe com este material.

Até chegar nos comércios para as vendas, as empresas que atuam na fabricação de plástico realiza diversas etapas para criar as peças.

Em uma fábrica de peças plásticas, o método mais executado é o de injeção plástica, processo que se resume na fundição de polímeros e depois moldá-lo no formato adequado para a peça.

A modelagem do plástico acontece com o auxílio de uma injetora, máquina específica para conseguir uma boa execução e acabamento.

As vantagens da injeção para a criação de peças plásticas são:

  • Rapidez;
  • Precisão;
  • Flexibilidade;
  • Sustentabilidade;
  • Excelente acabamento;
  • Performance;
  • Permite desenvolver componentes resistentes.

Esta técnica tem muitos pontos positivos para as empresas, pois permite atender as necessidade e demandas dos clientes com qualidade.

Usinagem e seus ganhos

A produção de peças metálicas acontece por meio do método de usinar, ou seja, o uso máquinas-ferramentas que transformam a matéria bruta em um componente ou molde para outros processos.

A usinagem é uma atividade em larga escala, que tem baixo custo e permite o uso de diversas técnicas como:

  • Aplainamento;
  • Afiação;
  • Brochamento;
  • Eletroerosão;
  • Furação;
  • Fresamento;
  • Mandrilamento;
  • Retificação;
  • Serramento;
  • Torneamento.

Estes são algumas das mais executadas para a fabricação de peças, engrenagens e componentes que são utilizados em diferentes atividades na indústria.

Ferramenta importante na usinagem

As fresas são ferramentas de corte que possui um movimento contínuo de giro. Os dentes e gumes da fresa ajudam na criação de peças com geometria adequada para o uso, além de remover o excesso de material.

As fresas CNC (Comando Numérico Computadorizada) são utilizadas nas fresadoras que podem ser controladas, ou seja, o operador pode definir o tempo de produção e número de peças que serão desenvolvidas.

Um ponto positivo das fresas está relacionado a capacidade de esculpir uma chapa ou bloco de metal e assim dar forma a peça.

Os processos de cortes da matéria-prima podem ser feitos com as fresas para tupias. Esta ferramenta possui diferentes tipos de espessuras e modelos que permitem cortar adequadamente o material.

Os modelos de fresas para tupia são: reta, com rolamento, para chanfro, quebra canto, para rasgo, malheteira, cilíndrica para rasgo, romana, meia cana, entre outras.

O funcionamento da fresa depende da broca para tupia, ferramenta que ajuda no acabamento com ranhuras e molduras de acabamento.

As opções que podem ser realizar as com a broca são:

  • Bordas arredondadas;
  • Chanfros;
  • Encaixes;
  • Entalhos;
  • Nivelar as arestas.

A fresa para madeira é muito utilizada em vários processos de usinagem. Os gumes e dentes permitem realizar a remoção do torno em volta do eixo, fator que contribui para o corte e acabamento da peça.

As vantagens deste tipo de fresa se resume em preço acessível, bom funcionamento, qualidade e aumenta a agilidade do trabalho.

A fundição de peças em alumínio é outra técnica muito importante no ambiente industrial. Este procedimento pode ser feito por gravidade, ou seja, com areia ou molde metálico que são submetidos a alta e baixa pressão.

Em alguns casos, processos especiais com cera ou tixofundição pode ser executados. As peças criadas com este método são usadas na área automobilística e transportes, virando bloco de motores, caixa de câmbio, entre outros itens.

Portanto, ter as ferramentas corretas para cada processo é o segredo para conseguir produzir as peças com qualidade, eficiência e rapidez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *