A indústria e os tipos de metais presentes

Os metais estão presentes no nosso dia a dia, principalmente na indústria. Desde a sua descoberta, ele é um dos materiais mais usados e que contribuíram para  o desenvolvimento das civilizações como um todo. Apesar do surgimento de outros tipos de materiais, como o plástico, os metais ainda são muito utilizados.

Dentre as principais caracteristicas dos metais, estão a maleabilidade, ductibilidade, a condutibilidade e brilho. Dessa forma, a partir dos metais, é possível produzir chapas e lâminas de mínimas espessuras. Além disso, ao pressionar determinada região da superfície de um metal, ela pode ser transformada em fios e lâminas.

Em relação à condutibilidade, isso significa que os metais são bons condutores de corrente elétrica e de calor. Eles são brilhosos porque os elétrons livres que ficam nas superfícies metálicas absorvem e irradiam a luz. Por isso, ao serem polidos, os metais possuem um brilho muito característico.

Os metais são muito usados por terem uma boa estética, que pode ser muito utilizada pela arquitetura e design. Além disso, muitos brinquedos, por exemplo, são feitos de metais, como o aço, e passam pelo controle de qualidade que garantem mais segurança para as crianças e tranquilidade para os pais.

A formação de um aglomerado de átomos com caráter metálico em que os elétrons da camada mais externa fluem de forma livre caracteriza um metal.

Grande parte dos metais é sólida à temperatura ambiente. A única  exceção é o mercúrio que só é encontrado na natureza no estado líquido, além de ter a cor prateada e um brilho muito específico, conhecido como aspecto metálico. Na natureza, existem mais ametais do que metais. Porém, os metais compõem a maior parte da tabela periódica.

Os tipos de metais mais conhecidos são:

  1. Ferro;
  2. Aço;
  3. Alumínio;
  4. Cobre;
  5. Metais pesados.

Facas, panelas, pregos e chaves, normalmente, são feitos de ferro. Além disso, ele está muito presente em obras, como parte das estruturas. Na indústria de alimentos, o ferro é usado para confeccionar latas e embalagens de bebidas e alimentos.

O aço é se difere do ferro por ser mais resistente e sofisticado, além de demorar mais para oxidar, podendo ser usado de forma mais ampla e conferindo mais qualidade aos materiais que são produzidos a partir dele. Em contrapartida, o alumínio é uma opção mais barata e frágil de metal, sendo também mais leve do que o aço e o ferro.

O alumínio é muito usado na produção de utensílios domésticos, mas também está presente em componentes de carcaças de carros e até em peças de smartphones. Para saber como os metais podem ser utilizados em cada situação, são feitos os ensaios mecânicos de materiais metálicos.

Apesar de não ser tão visto quanto os outros metais citados acima, já que ele faz parte de itens como cabos eletrônicos, enrolamento de motores elétricos, canos e outras peças que não são tão visíveis no dia a dia, o cobre é muito usado no nosso cotidiano.

Ele é um tipo de metal muito maleável e de alta condutibilidade. Os metais pesados, como chumbo, mercúrio e níquel são muito encontrados em itens usados no nosso dia a dia, como baterias de carro e de celular, lâmpadas, termômetros, entre outros objetos.

Para que serve o corte a laser

Durante a produção de diversos tipos de materiais, como brinquedos, eletrodomésticos, peças para automóveis, etc, o corte a laser é uma das etapas do processo, pois ele auxilia os produtos a se tornarem mais resistentes.

Materiais que foram cortados a laser duram mais mesmo com a exposição à umidade, aos raios solares e aos agentes que causam a corrosão.

Por esse motivo, as indústrias que fabricam máquinas e equipamento dos segmentos naval, automotivo e ferroviário utilizam o corte a laser metal das suas peças. Existem empresas especializadas nesse tipo de serviço que garantem uma produção muito mais eficaz e com detalhamento.

Repuxo de metais

Para fabricar peças de metais em formatos cilíndricos, esféricos ou cônicos, é realizada a repuxação de metais, um método que faz com o metal seja repuxado contra o molde para que ele consiga obter a sua forma.

Esse tipo de técnica é muito usado para produzir peças em menor quantidade, para peças que são maiores ou ainda para aquelas que tenham muitos detalhes. Por meio do repuxo de metais, as peças são produzidas de forma minuciosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *