A evolução da tecnologia no mundo industrial

Quando se fala da evolução tecnológica direcionada para o mundo industrial, é interessante entender o quão o meio virtual e físico podem se fundir em diferentes níveis.

Em especial, quando se trata de procedimentos relacionados a manufatura na chamada indústria 4.0, onde tecnologias variadas resultaram em diversas modificações, tais como:

  • Inteligência artificial;
  • Internet das coisas;
  • Big data;
  • Nanotecnologia.

A inteligência artificial (IA) já é explorada há muito tempo e se expande cada vez mais. Este segmento tem relação com a criação de dispositivos com capacidade de simular habilidades humanas, tais como perceber, decidir, entre outras possibilidades.

Já a internet, marca uma importante revolução na tecnologia, em prol de conectar os itens aplicados no cotidiano à rede mundial de computadores, resultando  em praticidade.

No que diz respeito ao termo big data, basicamente o termo se refere a um grande grupo de dados criados a cada segundo e armazenados, sejam estruturados ou não.

É interessante citar o quanto impactante esse grupo de informações tem se tornado para as empresas, principalmente devido ao cruzamento das informações.

Já a nanotecnologia, corresponde ao estudo e controle da matéria visando a nanoescala. A principal forma de atuação atende ao desenvolvimento de elementos em setores como ciência da computação, medicina, engenharia dos materiais e medicina.

Um dos princípios de maior destaque neste caso, é a elaboração de estruturas e novos elementos por meio dos átomos, visando a estabilidade.

Conheça mais aspectos sobre a 4° revolução industrial

As revoluções industriais estão essencialmente relacionadas aos processos de manufatura. Ao abordar a quarta revolução industrial, uma das características de maior destaque, sem dúvidas, é a integração de sistemas cyber-físicos e a convergência de tecnologias físicas, digitais e biológicas.

Além disso, a chamada 4 revolução industrial é determinada principalmente por transições impulsionadas a novos sistemas, que tiveram sua estruturação iniciada na revolução digital, que corresponde ao período anterior.

Por essa razão, é apresentada como uma revolução distinta ao invés de uma extensão, uma vez que o impacto nos sistemas, alcance e velocidade, são distintos e superiores.

De qualquer forma, é interessante observar que assim como cada progresso, há processos prévios transformadores. Neste caso, é possível citar três acontecimentos históricos, sendo o primeiro relacionado a alteração na forma de produção manual para a mecanizada, em torno de 1760 a 1830.

O segundo, em torno de 1850, a aplicação da eletricidade e o alcance da manufatura em massa. Enquanto o terceiro, corresponde a incorporação de processos eletrônicos, telecomunicações e da tecnologia da informação em torno do século 20.

Sendo assim, o quarto acontecimento é marcado essencialmente pela automatização da indústria.

Saiba  mais sobre a evolução tecnológica

A evolução tecnologica resultou em modificações completas em modelos operacionais, atingindo não apenas a cadeira produtiva, mas a sociedade como um todo, uma vez que a produção está relacionada com produtividade, jornada de trabalho, estilo de vida, entre outros aspectos.

Isso se deve principalmente ao conjunto de novas informações, que englobaram inovações em técnicas e instrumentos, sendo incorporadas de forma ágil em prol de uma nova configuração sociocultural e, principalmente, econômica em diversos locais e setores.

É importante abordar que ao procurar pela revolução ligada a tecnologia, comumente informações em torno da Terceira Revolução Industrial são citadas, pois conforme apresentado, foi um marco nas inovações ligadas a tecnologia.

Neste contexto, também é importante abordar a automação industrial, principalmente quando se leva em consideração a relação da tecnologia com a automação atual, em prol de estabelecer maior controle e comunicação entre os equipamentos e os mais variados sistemas nas redes industriais.

De forma geral, os principais elementos de um sistema automatizado envolvem sensores, interfaces, controladores, entre outros itens tecnológicos, que não apenas otimizam a mão de obra, como também contribuem para a qualidade e segurança.

Uma das principais diferenças entre os sistemas automatizados do passado e os atuais, é que antes era comum a aplicação de sistemas fechados para o controle individualizado de cada processo de uma determinada instalação.

Hoje, os sistemas são abertos e oferecem a possibilidade de obter mais processos, otimizando assim o funcionamento da planta de forma geral.

Sendo assim, é possível perceber que a evolução da tecnologia no mundo industrial favorece setores variados, principalmente por meio do aprimoramento de processos e introdução de métodos mais precisos e práticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *