Conhecendo 3 maquinários industriais relevantes

Veja alguns tipos relevantes de maquinários industriais e quais são suas devidas funções.

Portanto, não perca nenhum detalhe o conteúdo que preparamos exclusivamente para você! Acompanhe a partir dos demais tópicos deste artigo.

A indústria é algo surreal.

Diversos tipos de serviço, pessoas e maquinários diferentes para que hajam produtos dos quais usufruímos quase que diariamente, assim como a maquina de solda, por exemplo.

É uma infinidade gigantesca de funções e mecanismos, que funcionam como um relógio suíço muito preciso e devidamente pontual.

Bom, vamos conhecer agora alguns dos  itens desse setor, que contribuem rotineiramente para o bom funcionamento de processos industriais. Continue sua leitura e descubra quais são!

1. Transformador de corrente

Você talvez conheça o transformador de corrente.

Caso não, ele é um equipamento que ajuda os instrumentos de medição e de proteção, para que esses possam funcionar da forma adequada para quê foram projetados e de maneira segura, sem que seja necessária que a corrente nominal venha a ser a mesma necessária para o funcionamento da carga.

O transformador de energia, ou TCs como também são referidos, mais utilizados são aqueles de corrente nominal, que possuem seu enrolamentos primários com quantidade menor de espiras.

O secundário,  possui um número superior de enrolamentos, porém com fios mais finos.

Para identificar as relações de correntes, existem algumas simbologias próprias, onde a corrente primária é sempre aquela de carga do circuito e, a corrente secundária sempre podendo mudar, dependendo dos casos e aplicações do transformador em si.

O que facilita a construção dos equipamentos de medição, que são dimensionados em tamanhos reduzidos e compatíveis a relação da corrente do secundário.

As iniciais P1, P2, S1 e S2 são as que são usadas para então identificar as entradas e saídas dos seus terminais de ligação.

Tudo isso de conforme as características de construção do equipamento, elas normalmente são utilizadas em transformadores de medição, relés de potência etc.

2. Os geradores de energia elétrica

Há corrente sempre existirá enquanto houver a diferença de potencial entre dois corpos ligados por um mesmo condutor, porém esta tem pouca duração quando os corpos foram eletrizados pelos devidos de eletrostática, pois eles entram muito rapidamente em equilíbrio.

A maneira que se encontram para haver uma diferença na potência que seja mais duradoura é a criação dos ditos geradores elétricos, que por sua vez são construídos para que o aconteça a tensão por um maior intervalo.

A seguir, os tipos de geradores de energia elétrica caracterizados pelo seu próprio funcionamento:

  • Luminosos;

  • Mecânicos;

  • Químicos;

  • Térmicos.

Os geradores luminosos são aqueles que transformam a energia luminosa em elétrica. Ex: placas solares.

Os geradores mecânicos são aqueles mais comuns que criam energia elétrica a partir da energia mecânica. Ex: usinas hidrelétricas.

Os geradores químicos convertem a energia potencial química em energia elétrica (continua apenas). Ex: pilhas e baterias.

Geradores térmicos são os capazes de converter a energia térmica em elétrica, diretamente. Ex: o gerador a gasolina.

Quando estes geradores térmicos estão em associação com outro, como uma bateria, por exemplo, a tensão dele e a corrente funcionam da mesma forma como nas associações de resistores ou seja:

Associação em série: corrente nominal e tensão são somadas.

Associação em paralelo: a corrente é somada a tensão nominal.

3. Transformador de solda ponto

Há alguns tipos de transformador de solda ponto. De 2 a 300 Kwa são os mais populares. Aqueles com potência de até 150 Kwa, são projetados para sistemas de 220, 380 ou 440 volts.

Os enrolamentos ditos secundários, são aquelas partes que conduzem a corrente de solda para que estas venham a se esfriar. Elas são construídas através de cavidades extrudadas no cobre que conduz a corrente.

A água, por sua vez, é utilizada para fazer a refrigeração e precisa circular através dos devidos enrolamentos do secundário.

Basicamente é isto.

Existem diversos itens na indústria que nós nem fazemos idéia de sua importância, cada qual podemos reparar que são bem específicos, diretamente projetados para demandas específicas, por isso a tamanha diversidade de maquinários diferentes, cada qual auxiliando numa determinada função e num determinado serviço, onde se provam essenciais.

Se estudados, podemos chegar ao consenso de que sua necessidade e importância é gigantesca para que os necessários deveres da indústria, possam estar em pleno funcionamento.

Como um relógio suíço, onde cada engrenagem movimenta a outra e faz o relógio medir as horas de forma exata e pontual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *